» Siga o Renato e a Raquel no Twitter!

Nesta edição, você escuta mais três entrevistas que fizemos durante a 12ª CineOP – Mostra de Cinema de Ouro Preto.

Conversamos com Cristina Amaral, montadora dos filmes de Carlos Reichenbach e Andrea Tonacci. Uma das homenageadas do festival, ela fala, entre vários temas, sobre a carreira, a nova geração de cineastas com quem tem trabalhado e as dificuldades que o setor audiovisual enfrenta.

Também falamos com Betse de Paula, diretora do filme de abertura da 12ª CineOP, “Desarquivando Alice Gonzaga”. Ela fala sobre as dificuldades de se preservar a história do cinema brasileiro, os problemas enfrentados pelas mulheres no mercado cinematográfico e as novas possibilidades de produção audiovisual.

Por fim, você escuta a entrevista com Vincent Carelli, diretor do premiado documentário “Martírio” e fundador do Vídeo nas Aldeias, outro homenageado da mostra. Ele fala sobre a origem dessa importantíssima iniciativa, o método de trabalho com os povos indígenas e o fato de o projeto estar ganhando mais visibilidade e reconhecimento ao mesmo tempo em que mantê-lo tem se tornado mais difícil.

Este programa integra a nossa cobertura da 12ª CineOP. Confira aqui tudo o que produzimos sobre a mostra.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Nosso podcast é compatível com apps com suporte a capítulos e exibição de imagens. Recomendamos o Overcast (iOS) e o Podcast Republic (Android).

Estamos também no YouTube | TuneIn | Stitcher

O cinematório café é um podcast semanal produzido e apresentado por Renato Silveira Raquel Gomes. A cada episódio, nós propomos um debate em torno de temas relacionados ao cinema e às suas áreas correlatas, sempre em um clima de descontração, mas buscando, acima de tudo, reflexões sobre imagens que estão presentes no nosso dia a dia.

Hyperlinks deste episódio:

Site do Vídeo nas Aldeias

Canal oficial do Vídeo nas Aldeias no YouTube

Site da Cinemateca Brasileira

Site da CineOP

— Entrevista de Cristina Amaral para o site Mulheres do Cinema Brasileiro (Por Adilson Marcelino)

— Entrevista de Cristina Amaral para o projeto “Cinema Por Quem o Faz”, de Ugo Giorgetti e realização Spcine:

— Já Visto Jamais Visto: O tempo como personagem às avessas, por Luiz Rosemberg Filho (Revista Devires, Fafich, UFMG)

— Depoimento de Vincet Carelli sobre Andrea Tonacci ao site da Abraccine (Associação Brasileira de Críticos de Cinema)

Crítica: “Desarquivando Alice Gonzaga”, por Adriano Garrett (Cine Festivais)

Sobre “Revelando Sebastião Salgado”, de Betse de Paula (Site do Festival É Tudo Verdade)

— Betse de Paula comenta as filmagens de seu curta “Por Dúvida das Vias”, que recebeu o prêmio de Melhor Curta pelo Júri Popular do Festival de Gramado de 1988 (Pílulas Cinematográficas):

— O curta “Por Dúvida das Vias (1988), de Betse de Paula:

— Da série “Retratos” do Canal Curta!, dirigido por Betse de Paula, episódio com Helena Solberg:

— TED Talk com Vincent Carelli:

— Luiz Carlos Merten escreve sobre “Martírio” (Estadão)

— O que é o projeto “Vídeo nas Aldeias” e por que ele está ameaçado? (Nexo Jornal)

— Martírio – Militância e Arte, matéria dividida em cinco partes da Revista Piauí

— Que fazer? (Crítica de “Martírio” por Victor Guimarães para a Revista Cinética)

 


Apoio:

Academia do Café  Coletivo Libertad

%d blogueiros gostam disto: