Nesta edição, nós discutimos dois filmes recém-lançados nos cinemas e que têm palhaços (pelo menos vistos por fora) no centro de suas tramas. Em “It: A Coisa” (It, Estados Unidos, 2017), o diretor Andrés Muschietti leva novamente um dos mais populares livros de Stephen King para as telas, com o ator Bill Skarsgård vivendo o palhaço assassino Pennywise. Já em “Bingo – O Rei das Manhãs” (Brasil, 2017), Daniel Rezende filma a história do ator Arlindo Barreto, que na vida real foi intérprete do palhaço Bozo na TV brasileira, na década de 1980, e viu a fama destruir sua vida pessoal. Vladimir Brichta protagoniza o longa.

Nossos comentários sobre os dois filmes contém spoilers!

Caso você queira ouvir os comentários apenas sobre um dos filmes, confira a minutagem em que cada um entra:

00:06:45 – “It: A Coisa”

00:55:34 – “Bingo – O Rei das Manhãs”

Estamos também no YouTube | TuneIn | Stitcher

O cinematório café é um podcast produzido e apresentado por Renato Silveira Raquel Gomes. A cada episódio, nós propomos um debate em torno de temas relacionados ao cinema e às suas áreas correlatas, sempre em um clima de descontração, mas buscando, acima de tudo, reflexões sobre imagens que estão presentes no nosso dia a dia.

Participe do grupo do cinematório café no Telegram – clique aqui para entrar!

Hyperlinks deste episódio:

— Sobre “It: A Coisa” (2017):

    • Movie clip – a cena do projetor (essa nós adoramos):

    • O “Clube dos Otários” tentando identificar palhaços icônicos através de fotos (tem Bozo hehe):

    • O elenco mirim escolhe os atores para suas versões adultas da segunda parte do filme:

  • “Câmera Escondida” baseada no filme:

— Sobre “Bingo – O Rei das Manhãs”:

      • Crítica de Larissa Padron (Fora do Padron):

    • Isabela Boscov entrevista Vladimir Brichta:

    • E também Daniel Rezende:

  • Paródia nos bastidores:

— A origem da estética dos anos 80 (Vox):

— Videoclipe de “Crazy Clown Time”, de David Lynch


Apoio:

Academia do Café  Coletivo Libertad

%d blogueiros gostam disto: