Outros destaques de 2003

Melhores Interpretações Masculinas
Adrien Brody, “O Pianista”
Olivier Gourmet, “O Filho”
Johnny Depp, “Piratas do Caribe”

Melhores Interpretações Femininas
Alison Lohman, “Os Vigaristas”
Leandra Leal, “O Homem Que Copiava”
Renée Zellweger, “Abaixo o Amor”

Troféu Vampira (ou “Por Ela Eu Entro em Coma”)
Monica Bellucci, “Matrix Reloaded/Revolutions”, “Lágrimas do Sol”, “Irreversível”
Menção honrosa: Jessica Biel, “O Massacre da Serra Elétrica” e Leandra Leal, “O Homem Que Copiava”



Seqüências de Ação Fodas
Perseguição com caminhão-guindaste, “O Exterminador do Futuro 3”
Batalha nos campos do Pelennor, “O Senhor dos Anéis: O Retorno do Rei”
Batalha em Zion, “Matrix Revolutions”

Melhores Porradas
Hulk vs. Cães-Hulk, “Hulk”
The Bride vs. todos seus inimigos, “Kill Bill: Volume 1”
Neo vs. Bane, “Matrix Revolutions”

Melhores Finais
Confissões de uma Mente Perigosa
O Exterminador do Futuro 3
Chicago

Trilha-Sonora Instrumental “Só Escuto no Talo”
“O Senhor dos Anéis: O Retorno do Rei”

Trilha-Sonora Compilada “Repeat ON”
“Houve Uma Vez Dois Verões”
Menção honrosa: “Kill Bill: Volume 1”

*Obs. para essas duas categorias: ouvi poucas trilhas em 2003. Dentre as que pude conferir na íntegra, essas duas foram as que mais gostei.

Melhores DVDs adquiridos
Superman – O Filme (os outros dois filmes do box eu considero extras)
E.T. – O Extraterrestre (edição tripla)
X-Men 1.5
Procurando Nemo
Box Indiana Jones

Melhor Filme Subestimado Por Crítica e Público
Full Frontal (2002, EUA)
Dir.: Steven Soderbergh

Melhor Animação
Procurando Nemo (Finding Nemo, 2003, EUA)
Dir.: Andrew Stanton

Melhores Filmes Assistidos nas Poucas Mostras a Que Compareci
– Ônibus 174 (2002, Brasil)
Dir.: José Padilha (Mostra de Cinema de Tiradentes)

– Baran (2001, Irã)
Dir.: Majid Majidi (Mostra Indie de BH)

Filme Excelente Que Não Entrou na Lista de Melhores
Sobre Meninos e Lobos (Mystic River, 2003, EUA)
Dir.: Clint Eastwood

Quotes Memoráveis do Ano
(eu devia ter anotado direito isso, mas vou listar apenas as que me vêm a memória neste instante)

– Diálogo entre Mística e Noturno, “X-Men 2”:
Noturno: “They say you can imitate anyone, even their voice.” Mística: “Even their voice.” Noturno: “Then why not stay in disguise all the time? You know, look like everyone else.” Mística: “Because we shouldn’t have to.”

– Discurso de Merovingian* sobre causa e conseqüência, “Matrix Reloaded”:
“What is the reason? Soon the why and the reason are gone and all that matters is the feeling. This is the nature of the universe. We struggle against it, we fight to deny it; but it is of course a lie. Beneath our poised appearance we are completely out of control. You see there is only one constant. One universal. It is the only real truth. Causality. Action, reaction. Cause and effect.”

– Hattori Hanzo falando sobre a espada feita para The Bride, “Kill Bill: Volume 1”:
“I can tell you with no ego that this is my finest blade. If, on your journey, you should encounter God… God will be cut.”

– Bill falando com The Bride antes de dar o tiro mortal, “Kill Bill: Volume 1”:
“Do you find me sadistic? Yah know, I bet I could fry an egg on your head right now, if I wanted to. Now Kiddo, I’d like to believe that you’re aware enough even now to know there’s nothing sadistic in my actions, maybe towards those other… jokers, but not you. No Kiddo, this moment, this me at my most… masochistic.”

* Troféu Especial “Palavrão Mais Bem Falado em um Filme”, para Lambert Wilson, “Matrix Reloaded”:
“I love French wine, like I the French language. I have sampled every language, French is my favorite. Fantastic language. Especially to curse with. Nom de dieu de putain de bordel de merde de saloperie de connard d’enculé de ta mère. It’s like wiping your arse with silk. I love it.”

Gratas Surpresas do Ano (ou “Filmes Que Eu Não Esperava Nada, Mas Surpreenderam”)
CINEMA: Driblando o Destino (Bend It Like Beckham, 2002, Inglaterra)
Dir.: Gurinder Chadha

DVD: O Último Beijo (L’Ultimo Baccio, 2001, EUA)
Dir.: Gabriele Muccino

Melhores Clássicos Assistidos
DVD: Os Sete Samurais (Sichinin no Samurai, 1954, Japão)
Dir.: Akira Kurosowa

CINEMA: Grande Ditador, O (The Great Dictator, 1940, EUA)
Dir.: Charles Chaplin

Melhor Cineasta Descoberto
Sofia Coppola, “As Virgens Suicidas”

Filme Cult do Ano
Clube do Suicídio (Jisatsu Circle, 2001, Japão)
Dir.: Shion Ono (visto na Mostra Indie de BH)

Filmes Que Eu Mais Queria Ter Visto em 2003 (Mas as Distribuidoras Não Deixaram)
Peixe Grande
Dogville
21 Gramas
Encontros e Desencontros

%d blogueiros gostam disto: