Notícias de uma Guerra Particular

“Notícias de uma Guerra Particular” circulou pelo exterior como extra do DVD internacional de “Cidade de Deus”. E, de fato, trata-se de um complemento mais do que adequado ao filme de Fernando Meirelles. Para quem possa não acreditar que aquela violência descontrolada recriada no longa é real, o documentário, lançado originalmente em 1999, mostra que ela não só existe, como está ainda pior do que na época de Zé Pequeno, Buscapé e Mané Galinha.
Não é à toa que Kátia Lund participou da realização de “Cidade de Deus”. Também co-diretora de “Notícias de uma Guerra Particular”, a cineasta se beneficia por ter uma relação próxima com aquela realidade e consegue levar a câmera para dentro do drama vivido diariamente por moradores das favelas, policiais e traficantes que controlam os morros.
João Moreira Salles também assina a direção e foi capaz de conseguir imagens surpreendentes. A câmera por vezes é guiada por dentro dos corredores do morro por um jovem encapuzado e com um rifle empunhado. Flagrantes mostram como a comunidade lida com as ações dos policiais, como no momento em que mulheres “escoltam” um jovem que, não fosse a presença delas, fatalmente seria espancado. Em uma cena assustadora, somos levados ao depósito de armas apreendidas pela polícia do Rio. E o que dizer da chocante comparação entre o armamento utilizado pelos policiais e o que os traficantes têm em mãos?
Enxuto, mas merecendo ser mais longo, “Notícias de uma Guerra Particular” pode ser visto como retrato, relato, documento, reportagem, investigação ou o que for. O importante é que seja visto. Assim, pelo menos um pouco de luz será jogada sobre este problema social alarmante que, infelizmente, parece continuar longe de uma solução. Não demora muito e já se fará necessário um segundo boletim de notícias dessa guerra.
Notícias de uma Guerra Particular (1999, Brasil). Direção de João Moreira Salles e Kátia Lund. Com Carlos Luis Gregório, Paulo Lins, Hélio Luz, Rodrigo Pimentel, Nilton Cerqueira, Milton Monteiro Filho.
O DVD
“Notícias de uma Guerra Particular” foi lançado como parte da Coleção VideoFilmes. O selo tem garantia de qualidade pela distribuidora, que dá um tratamento especial à imagem e ao som dos filmes que integram a série.
Como o documentário tem apenas 56 minutos, sobrou espaço no disco 1 para que fosse incluído um outro filme: “Santa Marta: Duas Semanas no Morro”, do mestre Eduardo Coutinho. É um trabalho também feito para TV, realizado em 1987. Não só serve como um complemento para “Notícias de uma Guerra Particular”, pois nos permite conhecer a favela que mais tarde seria filmada por João Moreira Salles e Kátia Lund, como também é um documento que deve ser guardado com cuidado, já que a obra de Coutinho ainda é escassa em DVD.
Ainda no primeiro disco, encontramos uma faixa comentada com a participação de João Moreira Salles e Kátia Lund, que são entrevistados por Eduardo Coutinho e o crítico Carlos Alberto Mattos. É um formato interessante para os comentários, pois, ao mesmo tempo que nos fornece informações sobre a realização do filme, também nos permite usufruir da genialidade de Coutinho, que aqui também demonstra a habitual presença de espírito de seus documentários (em certo momento, ele pergunta aos diretores: “Vocês brigaram para dividir a direção do filme, como é que foi isso?”).
Para completar, o disco 2 traz a íntegra de todas as entrevistas de “Notícias de uma Guerra Particular”, realizadas com o general Nilton Cerqueira, o capitão Rodrigo Pimentel, o escritor Paulo Lins, o soldado Milton Monteiro Filho, o então chefe da polícia civil Hélio Luz, o morador Adão, o traficante Adriano e o preso José Carlos Gregório, o “Gordo”. Cada entrevista tem entre 20 a 50 minutos de duração, portanto, se você ficou interessado em saber mais sobre cada lado do problema vendo o filme, aqui há tudo o que os entrevistados disseram aos diretores.
%d blogueiros gostam disto: