CINEMATÓRIO AWARDS 2007: Prêmios Especiais!

Troféu “Quentin Tarantino” para o que de mais “cool” apareceu na tela

Denzel Washington e Clive Owen em “O Plano Perfeito”. Já na primeira cena, com o monólogo de Owen sobre o roubo, o personagem já te ganha. E quando entra o detetive de Washington, com todo aquele jeitão e a língua afiadíssima, o “status cool” vai lá em cima.

Troféu “John Travolta” também conhecido como “Agora Não Dá Mais” ou “Empurrão à Beira do Abismo”



Sarah Michelle Gellar, por ter feito “O Grito 2” e pouco depois uma outra bomba de suspense chamada “The Return”. Detalhe: antes de “O Grito 2”, ela havia aparecido no cinema somente em 2004. E em qual filme? “O Grito”. Isto para não dizer que antes desta pérola do cinema contemporâneo ela havia estrelado “Scooby-Doo 2”. E para vocês verem como a moça gosta de diversificar, o filme anterior dela foi… “Scooby-Doo 1”! Podemos esperar por “The Return 2” agora, certo?

Troféu “James Bond” para a Cena Mais Inverossímil do Ano

Qualquer uma com os mullets de Tom Hanks em “O Código Da Vinci”.

Troféu “Cera de Carnaúba” para o Mais Canastrão do Ano

John Malkovich, por “Eragon” (na verdade, Malkovich recebe o prêmio em nome do elenco, que claramente só aceitou participar desta porcaria porque o contracheque estava anexado ao roteiro).

Troféu “Precisou, Tô Lá!”

Hugh Jackman. Ele estrelou quatro filmes de grande projeção em 2006: “X-Men – O Confronto Final”, “O Grande Truque”, “Fonte da Vida”, mais “Scoop”, de Woody Allen (que só chega ao Brasil este ano). Como se não bastasse, ainda dublou duas animações que estrearam quase simultaneamente: “Happy Feet” e “Por Água Abaixo”. Isto é que é workaholic! Fique tranqüilo, Jackman. Não iremos nos esquecer de você!

Troféu “Touro Incansável”

Inicialmente, o principal candidato a este novo prêmio seria James Marsden, que foi corno em “Superman – O Retorno” e “X-Men – O Confronto Final” (além do mais, ele também colocou o chapéu em “Diário de uma Paixão” e nos outros “X-Men” – vai gostar!). Contudo, todavia, entretanto, depois de uma nova apuração, concluímos que o verdadeiro merecedor do troféu é Rufus Sewell, não só por “Tristão e Isolda” e “O Ilusionista”, mas pelo conjunto da obra, que inclui ainda “A Lenda do Zorro”, “Helena de Tróia”, “Coração de Cavaleiro” e certamente vários outros trabalhos anteriores de sua cornúpeta carreira.

Troféu “Só Sobrou Você” para o Pior Casting

Kate Bosworth como Lois Lane em “Superman – O Retorno”.

Troféu “Ops! Eu Acho que Li o Roteiro Errado”

Edward Norton, por “O Ilusionista”.

Troféu “Mofei na Gaveta (e devia ter ficado lá)”

“Instinto Selvagem 2”, de Michael Catton-Jones (anos e anos no “inferno do desenvolvimento” que em nada adiantaram).

Troféu “Wong Foo”

As vacas transexuais da animação “O Segredo dos Animais”. Ou você vai nos dizer que existem bois com tetas?

Troféu “Scooby-Doo, Meu Filho, Cadê Você?” – Prêmio Honorário

James Cameron: mergulhou atrás do Titanic dez anos atrás, gostou do fundo do mar e por lá ficou. Atualmente está trabalhando em seu próximo documentário, “Procurando Cameron”.

Troféu “Boba Fett” para o Mercenário do Ano

George Lucas, por ter enganado muitos fãs ao anunciar a “versão original” da trilogia “Star Wars” clássica em DVD e lançar os filmes com péssima qualidade de imagem.

Oscar Confiscado

Jeremy Irons, por “Eragon”.

Troféu “Estão Perdoados!”

Irmãos Wachowski, por terem feito uma bela adaptação de “V de Vingança”, redimindo-se das decepções de “Matrix Reloaded” e “Matrix Revolutions”.

%d blogueiros gostam disto: