Como ser um roteirista da Marvel



1) Escolha um universo da Marvel qualquer, mas o adapte para parecer mais crível
2) Escreva uma história de amadurecimento
3) Injete uma comédia romântica no meio
4 ) Arrume um jeito de seu personagem aparecer em algum momento em um longa anterior da Marvel.
Parabéns. Você já está com meio caminho andado.
A outra metade é quando, entretanto, surge o trabalho hercúleo:
Ter suficiente personalidade para transformar essa receitinha acima em um filme altamente divertido. Entretenimento de primeira. E isso, como a gente anda vendo por aí, é uma missão bem difícil.
Thor é tudo isso. Um indiscutível “estilo Marvel”. Previsível, mas divertidíssimo.
%d blogueiros gostam disto: