Se Beber, Não Case! Parte 2

Duas coisas, aliás, três funcionam em “Se Beber, Não Case! Parte 2”: os atores Ed Helms e Zach Galifianakis, e o macaco.

OK, é injusto dizer que o roteiro não funciona. Afinal, se é uma repetição da fórmula que deu certo no primeiro filme, também vai dar aqui. Os amigos saem para celebrar a última noite de solteiro de um deles, tomam todas, alguém some e eles precisam encontrar o desaparecido para a cerimônia não ser comprometida.



Funcionar, funciona. Mas não é mais tão engraçado quanto da primeira vez. Na verdade, o que parece é que, como os roteiristas originais não participaram da continuação, o diretor Todd Phillips e seus sócios apenas pegaram o texto do filme anterior e escreveram por cima de algumas palavras-chave: “local”, muda de Las Vegas para Bangcock; “personagem sumido”, muda do noivo para o irmão da noiva; “lesão corporal”, muda de dente extraído para dedo amputado; e o “ator convidado para o papel do criminoso surpresa” agora é Paul Giamatti.

O mais triste, no entanto, não é constatar a falta de criatividade para narrar a história (que ignora até mesmo o simples conceito de ser uma “Parte 2”, já que não complementa ou avança coisa alguma), mas ver que Phillips parece ter perdido a inspiração para dirigir. Ele, que no primeiro “Se Beber, Não Case!” conseguiu criar uma comédia com visual bonito e distinto, com direito a citação de “Cassino”, de Martin Scorsese, agora parece ter realmente feito o filme apenas pelo dinheiro, seguindo a lógica dos estúdios: se o primeiro estourou na bilheteria, faça mais um.

Mas Phillips não é o primeiro, nem o último a aceitar essa situação. A alcunha “indústria do entretenimento” não foi dada por acaso a Hollywood. Phillips dança conforme a música, mas ao invés de conduzir, agora se vê sendo guiado, já que os atores é quem de fato tornam “Se Beber, Não Case! Parte 2” um filme minimante diligente. Os atores, e o macaco.

Se Beber, Não Case! Parte 2 (The Hangover Part II, 2011, EUA)
direção: Todd Phillips; roteiro: Craig Mazin, Scot Armstrong, Todd Phillips; fotografia: Lawrence Sher; montagem: Debra Neil-Fisher, Michael L. Sale; música: Christophe Beck; produção: Daniel Goldberg, Todd Phillips; com: Bradley Cooper, Ed Helms, Zach Galifianakis, Justin Bartha, Ken Jeong, Paul Giamatti, Mike Tyson, Jeffrey Tambor, Mason Lee, Jamie Chung, Sasha Barrese, Gillian Vigman; estúdio: Warner Bros., Legendary Pictures, Green Hat Films, Living Films; distribuição: Warner Bros. 102 min

%d blogueiros gostam disto: