Aquecimento CineOP, homenagem a Christian Petermann, retrospectiva George Romero, Filme Livre em BH, “Aquarius” no mundo e “Salve Ferris!”

© 2016 CINEMATÓRIO

Oficinas e workshops da 11ª CineOP

A CineOP – Mostra de Cinema de Ouro Preto chega a sua 11ª edição e está com inscrições abertas para as oficinas e workshops internacionais gratuitos. Mas corre porque o prazo termina nesta sexta-feira, 3 de junho! Basta preencher o formulário disponível no site oficial do evento e aguardar o prazo de seleção. São 220 vagas, com modalidades diversificadas que serão realizadas dentro da programação, entre os dias 22 a 27 de junho.

A mostra se estrutura em três temáticas: preservação, história e educação. Além da exibição de 91 filmes e da realização das oficinas e workshops, há também debates, seminário, exposições, lançamento de livros, shows, atrações artísticas e homenagens a personalidades do audiovisual. Este ano, os homenageados são o cineasta Eduardo Coutinho (“Cabra Marcado Para Morrer”, “Jogo de Cena”) e o montador, pesquisador, restaurador e técnico de preservação de filmes Francisco Sérgio Moreira.

Serviço
11ª CineOP – Mostra de Cinema de Ouro Preto
De 22 a 27 de junho de 2016
Cine Vila Rica, Centro de Artes e Convenções e Praça Tiradentes – Ouro Preto, MG
Programação gratuita
Inscrições, programação completa e mais informações aqui

Mostra em homenagem a Christian Petermann no MIS

Christian Petermann
Christian Petermann

O crítico de cinema Christian Petermann faleceu aos 49 anos, no dia 3 de maio desse ano, em São Paulo, e o MIS, Museu da Imagem e do Som, presta homenagem a ele com a mostra “7 filmes + 1”, que começa exatamente no aniversário de um mês de sua morte, 3 de junho, e termina dia 5. Serão exibidos filmes de do acervo pessoal de Christian e que representam seu gosto eclético apurado. E no sábado, dia  4,  amigos farão um tributo público à sua memória.

Em seus 30 anos de trajetória, Christian foi um dos sócios-fundadores da Associação Brasileira dos Críticos de Cinema (Abraccine), participou do programa “Todo Seu”, da TV Gazeta, além de escrever na revista Rolling Stone. Também foi colaborador da revista Set e do Guia do jornal Folha de S. Paulo.

No MIS, além de parcerias em exposições e mostras de cinema, Christian foi professor no curso “Cinema Marginal: Aspectos e Reflexos” realizado em 2014. Um profissional admirado, que infelizmente nos deixou muito cedo. O detalhe interessante é que o nome da mostra é para lembrar a conhecida superstição que Christian tinha com o número 7.

Serviço
Mostra Christian Petermann 7 Filmes + 1
De 3 a 5 de junho de 2016
Auditório MIS (Museu da Imagem e do Som): Av. Europa, 158, Jardim Europa , São Paulo – SP
Entrada franca (retirada de ingressos na bilheteria)
Programação e mais informações aqui.

Mestre do terror no CCBB

George A. Romero
George A. Romero

Atenção, Brasília! Prepare-se para a invasão de zumbis no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB)! A mostra “George A. Romero – A Crônica Social dos Mortos-Vivos”, que já está acontecendo em São Paulo e Rio de Janeiro desde 18 de maio, agora vai contemplar a capital federal, de 1ª a 20 de junho, com a filmografia completa desse mestre do terror norte-americano e outros quatro documentários que abordam o gênero.

Além de ser o autor do seminal “A Noite dos Mortos-Vivos”, de 1968,  uma das produções que mais influenciou as gerações seguintes, George A. Romero também assina “Despertar dos Mortos”, “Dia dos Mortos”, “Terra dos Mortos”, entre muitos outros. O curador da mostra, Mario Abbade, destaca a importância do diretor também na abordagem de temas como a segregação e a desigualdade social, o racismo e o consumismo.

Questões próprias do cinema e da tecnologia também são levantadas, como em 2007, com o filme  “Diário dos Mortos”, onde ele mostra sua visão do estilo “found footage” pré-YouTube. Ou seja, os zumbis de Romero não são pouca coisa, não. Corre lá para conferir com seus próprio olhos! Mas tome cuidado para não ser pego, hein?

Serviço
Mostra George A. Romero – A Crônica Social dos Mortos-Vivos
De 1 a 20 de junho de 2016 (exceto dias 7, 11, 12, 14 e 18)
CCBB Brasília: Cinema I, SCES Trecho 2, Lote 22 , Asa Sul
Ingressos R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia)
Programação e mais informações aqui.
Obs.: Ainda no CCBB São Paulo e CCBB Rio de Janeiro até dia 6 de junho

Mostra do Filme Livre

Também no CCBB e também itinerante é a Mostra do Filme Livre, que segue para sua segunda semana em Belo Horizonte. Completando 15 anos, a mostra traz o melhor do cinema nativo e independente brasileiro, além de debates, oficina de GIF, experimentações audiovisuais (que passam em loop na “Cabine Livre”), sessões para crianças aos finais de semana, mostra TRASH e também um recorte com longas latinos, entre outras atrações.

Tais obras muitas vezes só têm essa mostra como sua única exibidora nos cinemas.  Filmes brasileiros no geral já passam por dificuldades de distribuição, imagine só filmes brasileiros independentes? Cinéfilo que é cinéfilo também vai atrás do “desconhecido” e essa é, portanto, uma boa oportunidade. Não perca!

Serviço
15º Mostra do Filme Livre
De 25 de maio a 13 de junho de 2016
CCBB Belo Horizonte: Praça da Liberdade, 450, Funcionários
Entrada franca
Programação e mais informações aqui.

Inéditos/Passou Batido

Boi Neon

Outro evento em Belo Horizonte é a Mostra Inéditos/Passou Batido, que oferece uma seleção de filmes recentes ainda inéditos na cidade ou que ficaram pouco tempo em cartaz. Todos os filmes estão sendo exibidos no Cine Humberto Mauro, desde o dia 13 de maio, seguindo até 15 de junho, com entrada gratuita.

A programação inclui de diretores consagrados no âmbito internacional a estreias de novos realizadores, premiados em importantes festivais do mundo. O público pode conferir títulos como “Love 3D”, de Gaspar Noé; “O clube”, de Pablo Larraín e “Jauja”, do cineasta argentino Lisandro Alonso.

O cinema brasileiro também se destaca, com filmes como “Ela Volta na Quinta”, de André Novais, “Boi Neon”, de Gabriel Mascaro, e outros. Esta que vos fala sugere não perder especialmente “Boi Neon”, que ficou pouquíssimo tempo em cartaz, mas que pela grandeza como arte merece chegar a muito mais pessoas. #ficaadica

Serviço
Inéditos/Passou Batido
De 13 de maio a 15 de junho de 2016
Cine Humberto Mauro: Avenida Afonso Pena, 1.537, Centro – Belo Horizonte – MG
Entrada franca (retirada de ingressos na bilheteria)
Programação e mais informações aqui.

“Aquarius” ganha o mundo

E por falar em cinema nacional, “Aquarius”, filme de Kleber Mendonça Filhos, que concorreu à Palma de Ouro no Festival de Cannes 2016, já tem distribuição garantida para mais de 30 países, segundo sua assessoria de imprensa.  Olha que notícia maravilhosa! Antes mesmo de ter visto, já estou cheia de orgulho pelo sucesso internacional da obra. Com Sônia Braga no papel principal, o filme já tem lançamento confirmado para salas de cinema na Europa e Ásia  e países confirmados para SVoD (Subscription Video on Demand), que abrange a plataforma Netflix.

No mercado brasileiro, o título será distribuído pela Vitrine Filmes, que também cuidou do primeiro longa-metragem de ficção de Kleber, “O Som ao Redor”, responsável por atrair 100 mil espectadores com apenas 12 cópias em 2013. “Aquarius” também segue carreira extensa já agendada em 25 festivais internacionais de cinema ao redor do mundo, começando no mês de junho por Sydney, Austrália, na competição oficial, seguindo para Munique, Alemanha, e Nantes, França. Enquanto isso, continuamos ansiosos pela sua estreia na nossa terrinha.

Festival de Cinema Polonês

A Moça do Armário, de Bodo Kox
A Moça do Armário, de Bodo Kox

Vem aí o  6° Festival de Cinema Polonês, que começa dia 8 de junho, no Rio de Janeiro, e vai passar por mais 6 cidades até agosto, circulando pelos centros culturais do Brasil. No Rio, o festival será recebido no CCBB, até 13 de junho. Depois, partirá para São Paulo (CCBB e SESC Pinheiros), Brasília (CCBB), Curitiba (Cinemateca), Fortaleza (Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura), Porto Alegre (Santander Cultural) e Belo Horizonte (Fundação Clóvis Salgado/Cine Humberto Mauro).

Nesta edição, o objetivo da mostra é destacar os novos cineastas poloneses reconhecidos internacionalmente, com a exibição gratuita de seis longas de ficção e seis curtas documentários. Além das sessões, a programação também traz debates com cineastas e críticos.

Serviço
6º Festival de Cinema Polonês
De 8 a 13 de junho de 2016
CCBB Rio de Janeiro: Rua Primeiro de Março, 66 – Centro
Entrada franca
Programação e mais informações aqui.

Salve Ferris!

Estreou esta semana na Caixa Cultural do Rio de Janeiro a mostra “Save Ferris – A geração X No Cinema”, que exibe uma programação inteira dedicada aos filmes dirigidos e roteirizados por John Hughes, como “Gatinhas e Gatões”, “Clube dos Cinco”, “A Garota de Rosa Shocking”, “Mulher Nota 1000”, entre outros. Filmografia essa que se tornou um verdadeiro almanaque de referências do comportamento, da moda e da música dos anos 80, com um olhar atencioso aos jovens, seus sentimentos e inquietações.

“Curtindo a Vida Adoidado”, que mostra o adolescente Ferris Bueller – referenciado no título da mostra – matando aula e levando a namorada e o melhor amigo para um passeio por Chicago, estará em cartaz em dois horários diferentes no dia 11 de junho (sábado), exatamente 30 anos após a sua estreia.

A sessão das 15h terá a clássica dublagem dos anos 80 e, às 17h, o filme será exibido legendado com o áudio original. Além disso, em cada sessão desse dia, haverá sorteio de 10 kits compostos de um Blu-ray da edição de colecionador do filme e um pôster. Depois das duas exibições, o público poderá participar do debate com críticos e cineastas sobre a obra de Hughes.

Serviço
Save Ferris – A Geração X no Cinema
De 31 de maio a 12 de junho de 2016
Caixa Cultural Rio de Janeiro: Av. Almirante Barroso, 25, Centro
Entrada franca
Programação e mais informações aqui.

Festival Varilux prorrogado

Omar Sy em "Chocolate"
Omar Sy em “Chocolate”

O famoso Festival Varilux de Cinema Francês, já noticiado aqui no blog, ganhou mais uma semana de duração. De 8 a 22 de junho, mais público brasileiro de 50 cidades poderá conhecer o diversificado leque de produções francesas.

O festival também exibirá como de costume um grande clássico francês. O escolhido deste ano é o filme Um Homem e uma Mulher”, de Claude Lelouch, em homenagem ao seu 50º aniversário de lançamento. O romance com Anouk Aimée e Jean Trintignant foi o vencedor da Palma de Ouro em 1966 e também do Oscar de Melhor Filme Estrangeiro e Roteiro Original no ano seguinte.

Programação e mais informações aqui.

Dia dos Namorados no cinema

A última dica é para quem quer comemorar o Dia dos Namorados bem agarradinho no cinema. O CCBB do Rio terá programação especial dedicada aos casais. Haverá exibição de “Lisbela e o Prisioneiro”, “Shakespeare Apaixonado” e “A Rosa Púrpura do Cairo”. Além disso, os organizadores prometem surpresas que “complementam o clima romântico dos filmes”. Fiquei curiosa! Quem for, comente aqui depois quais surpresas foram essas, por favorzinho!

Serviço
O Amor Está no Ar – Programação Dia dos Namorados
12 de junho de 2016
CCBB Rio de Janeiro: Rua Primeiro de Março, 66 – Centro
Ingressos: R$4,00
Programação e mais informações aqui

Até o próximo Transmissor!

%d blogueiros gostam disto: