No cerrado goiano, a aventura do primeiro filme / ENTREVISTA: Renné França, diretor de “Terra e Luz”

Um filme de terror que se passa no Cerrado, no interior de Goiás. A ideia parece tão inusitada quanto a sua realização. O jornalista, crítico e professor de cinema Renné França decidiu virar cineasta e fez logo de cara um longa-metragem.

Terra e Luz” foi totalmente realizado dentro do curso de cinema do Instituto Federal de Goiás, onde Renné dá aula. Com a ajuda de outros professores e dos alunos, o filme aos poucos ganhou forma e faz sua estreia na Mostra de Cinema de Tiradentes, na Sessão Bendita. Saiba nesta entrevista como essa história começou.

Clique no botão “play“, na imagem acima.



Áudio original extraído do programa Cinefonia, da Rádio Inconfidência, de 14/01/2017.

%d blogueiros gostam disto: