A Mostra de Cinema em Imagens

Cidade: Tiradentes é uma charmosa cidade histórica situada na região do Campo das Vertentes, em Minas Gerais. Foi fundada em 1718, ou seja, no ano que vem ela completa 300 anos. O que mais me encantou lá, além da arquitetura colonial, foi avistar a Serra de São José, tão próxima, circundando o município. Uma cidade aos pés de uma serra tão grandiosa e bonita, me passou a sensação de estar num cantinho mágico, num esconderijo aconchegante. Além de abrigar elegantemente há 20 anos a Mostra de Cinema, toda sua história e seus espaços configuram um patrimônio cultural e natural vivo, de visitação prazerosa e riquíssimos detalhes. O tempo foi curto para registrar tanta informação visual, mas aqui compartilho um pouquinho, pequenos fragmentos do que as lentes da minha câmera não deixaram escapar.

Cães: Além do charme natural, Tiradentes ainda encanta pelos cães que se integram à cidade e aos eventos. Parecem felizes e tranquilos nas praças, nas lojas, nas calçadas e até nos cinemas. Curioso como ali os vira-latas não parecem ser um problema a ser resolvido. Não sei como a população e a governo municipal lidam com isso em seu cotidiano normal, mas durante a Mostra só vi acolhida e amor. Durante a exibição de alguns filmes, por exemplo, eles brincavam, se misturavam ao público ou simplesmente descansavam. Seriam cães cinéfilos?

Debates: Os filmes não se limitam à tela. Na Mostra de Cinema de Tiradentes, isso ganha ainda mais sentido. Os filmes continuam a pulsar nas reflexões e conversas após as sessões, nos almoços e jantares e nos debates da programação oficial. Debates esses que muitas vezes provocavam filas grandes, tamanho o interesse do público em participar. Também, pudera! As mesas reuniam cineastas, pensadores, críticos, acadêmicos, equipes de filmagem, atores “não atores” (de filmes híbridos, que misturam realidade e ficção), atores “atores”… Os auditórios respiravam cinema e evocavam as mais diversas discussões relacionadas aos filmes e à nossa sociedade.

Uma mesa de debate foi especialmente organizada para discutir a carreira das homenageadas da Mostra, Helena Ignez e Leandra Leal, e outra para discutir as mulheres na crítica de cinema. A segunda teve a presença de Flávia Guerra, Ivonete Pinto e Camila Vieira, todas integrantes do recém-criado Coletivo Elviras, de críticas e produtoras de conteúdo sobre cinema, fundado por Flávia, Ivonete e por Samantha Brasil (Delirium Nerd e Cineclube Delas) e Cecília Barroso (Cenas de Cinema), do qual também faço parte.

Espaços e arte: A Mostra de Cinema de Tiradentes aconteceu em diversos locais da cidade, promovendo outras formas de arte para a população, como performances, shows, videoarte, teatro de rua, exposições, brincadeiras para as crianças, intervenções… Destaque para o Projeto Parede, da artista Criola.

Todas as fotos por Raquel Gomes/Cinematório


Ouça o podcast cinematório café em que discutimos os filmes da Mostra Aurora — aqui — e confira a nossa cobertura completa da 20ª Mostra de Tiradentes.

%d blogueiros gostam disto: