Curitiba recebe festival de cinema com foco na diversidade

Estreia em Curitiba, a primeira edição do Festival Colors: Cinema + Diversidade, de 31 de outubro a 4 de novembro, trazendo curtas e longas-metragens voltados às temáticas LGBT, Queer e das diversidades sexuais e de gênero. Com foco nas diferenças e na pluralidade, abre espaço para a discussão política e o entretenimento. A programação é inteiramente gratuita e acontece no Cine Guarani (Portão Cultural) e na Cinemateca de Curitiba.

Foram selecionados mais de 40 filmes de 15 países, incluindo produções de todas as regiões do Brasil, que serão distribuídos entre a Mostra Competitiva de Longas Metragens, Mostra Competitiva de Curtas Metragens, Mostra Regional e Mostra Infanto-Juvenil. Em tempos tão radicais, nada melhor do que a arte para abrir o caminho da reflexão. “São produções que nos ajudam nos questionamentos contemporâneos acerca da diversidade, da igualdade e da liberdade”, afirma Camila Macedo, uma das jovens curadoras do festival. Além dela, a curadoria é assinada por Jessica Candal, Bea Gerolin, José Miguel Santana e Fábio Allon.

O filme de abertura, que será exibido na terça-feira, dia 31 de outubro, às 19h30, no Cine Guarani – Portão Cultural – será o premiado documentário “Kiki” (2016, EUA/Suécia), de Sara Jordenö, que bebe da fonte do icônico documentário “Paris is Burning” (1991), de Jennie Livingston para mostrar o ativismo político e a organização comunitária da cena jovem LGBTQI de Nova Iorque. Outros títulos de destaque estão na programação, como o longa “Corpo Elétrico”, de Marcelo Caetano, e “TCHINDAS”, co-produção entre Cabo Verde e Espanha que ganhou prêmio do júri no Outfest Los Angeles.

A programação paralela inclui três mesas de debate que acontecerão na Casa da Leitura – Portão Cultural – com os temas “Interseccionalidade e representatividade”, “Mercado audiovisual e as diversidades sexuais e de gêneros” e “Cultura, diversidade e macropolítica”, este último realizado em parceria com o movimento Cultura Resiste. Para celebrar a diversidade com todas as cores e ritmos, o festival organizou cinco festas ao longo da semana, realizadas em parceria com diferentes estabelecimentos. No dia 4 de novembro, sábado, haverá a Festa das Excluídas: Encerramento Colors + Pré-Parada da Diversidade, que fecha o festival e, ao mesmo tempo, abre para a Parada da Diversidade LGBTI de Curitiba, evento de luta e resistência que será no dia 5 de novembro.

Destaque também para a identidade visual do Colors. Todas as cores e formas foram desenvolvidas pela artista visual Pac Calory, com inspiração em ícones das diversidades sexuais e de gêneros, como Madame Satã, Dzi Croquettes, o filme “Paris is Burning” e Gilda, que marcou a história da diversidade em Curitiba. SERVIÇO
Festival COLORS: Cinema + Diversidade
De 31 de outubro a 4 de novembro de 2017
Cine Guarani (Portão Cultural): Av. Rep. Argentina, 3430 – Portão, Curitiba – PR
Cinemateca de Curitiba: Rua Presidente Carlos Cavalcanti, 1174 – São Francisco, Curitiba – PR
Entrada gratuita: retirada de ingressos com 1 hora de antecedência
Programação e mais informações aqui.

 

%d blogueiros gostam disto: