"Macabro" (2019) - Distribuição: Pandora Filmes
"Macabro" (2019) - Distribuição: Pandora Filmes

Thriller brasileiro “Macabro” poderá ser visto online em festival internacional

O filme “Macabro”, novo trabalho do diretor Marcos Prado (“Estamira”, “Paraísos Artificiais”), foi selecionado para o Brooklyn Film Festival. Devido à pandemia do novo coronavírus, este ano o evento acontecerá 100% online, com acesso gratuito para cinéfilos do mundo todo, entre os dias 29 de maio e 7 de junho. Quem quiser assistir aos filmes selecionados precisará apenas fazer um cadastro através do site do festival.

“Macabro” é inspirado na história real de Ibraihim e Henrique de Oliveira, conhecidos como os “Irmãos Necrófilos”. Nos anos 90, eles foram acusados de brutais assassinatos de oito mulheres, um homem e uma criança, na Serra dos Órgãos, em Nova Friburgo, região serrana do Rio de Janeiro. O filme teve estreia nacional durante a 42ª Mostra Internacional de Cinema em São Paulo, foi exibido no Festival do Rio 2019 e sua estreia internacional foi na competição oficial do Festival de Austin, no Texas, onde foi premiado como Melhor Filme na categoria “Dark Matters”. A estreia no circuito brasileiro ainda não tem previsão. Confira o teaser:

Missão difícil

A captura dos “Irmãos Necrófilos” foi uma das missões mais longas e difíceis da história do BOPE. O filme adota esse ponto de vista, ao acompanhar o sargento Teo (Renato Goés), um jovem policial que nasceu na região e passa por uma crise profissional e ética, quando é resignado para voltar à sua cidade natal na busca pelos suspeitos escondidos na Mata Atlântica.

Marcos Prado conta que a ideia de fazer “Macabro” surgiu em 2009, quando o diretor teve acesso a detalhes sobre o caso. Nessa época, Prado foi procurado pelo advogado de Henrique, um dos irmãos que se encontrava preso, alegando que ele havia sido condenado injustamente. “O que mais me chamou atenção nessa história, além das barbaridades dos crimes em série cometidos e as lendas criadas pelos locais, é que talvez Henrique tenha sido condenado injustamente a 49 anos de prisão. Eram muitas perguntas sem respostas e uma porção de camadas a serem exploradas”, comenta Prado, que também produziu “Tropa de Elite” 1 e 2.

O roteiro de “Macabro” foi escrito por Lucas Paraizo e Rita Gloria Curvo, após uma extensa pesquisa em fóruns, processos, autos de julgamentos, entrevistas com moradores da região e com o próprio acusado, Henrique de Oliveira. As filmagens aconteceram em um local próximo de onde os crimes aconteceram. Além da questão criminalística da história, Prado também quis que o filme falasse sobre o racismo cotidiano de dois garotos, que viveram em um ambiente de constante violência doméstica, cresceram violentados, autossuficientes e que tiveram que aprender a viver na floresta, para fugir da bruta realidade a qual eram expostos dentro da própria família e da comunidade onde nasceram.

O elenco do filme também conta com Amanda Grimaldi, Guilherme Ferraz, Diego Francisco, Eduardo Tomaz, Juliana Schalch, Flávio Bauraqui, Paulo Reis, João Pydd, Claudia Assunção, Osvaldo Mil e Thelmo Fernandes.

Informações fornecidas pela assessoria de imprensa do filme.

%d blogueiros gostam disto: