"Porfirio do Amaral_a verdade sobre o samba" - Divulgação
"Porfirio do Amaral_a verdade sobre o samba" - Divulgação

Festival In-Edit Brasil chega a sua 12ª edição e será online

O In-Edit – Festival Internacional de Documentário Musical é um evento com o objetivo de fomentar a produção e a difusão de filmes documentários que tenham a música como elemento integrador. O festival nasceu em Barcelona, em 2003, e hoje é realizado em diversos países como Espanha, Chile, Grécia, México e Colômbia. No Brasil, o In-Edit acontece desde 2009 e, em 2020, chega a sua 12ª edição, pela primeira vez online, de 9 a 20 de setembro. A escolha pelo formato digital se deve à pandemia de Covid-19, já que os cinemas estão fechados — e mesmo quando reabrirem, as salas terão que funcionar com capacidade reduzida por prazo indeterminado.

A programação conta com mais de 50 filmes nacionais e internacionais inéditos no circuito comercial, que serão exibidos na plataforma própria do festival e também através de plataformas parceiras. Os documentários poderão ser vistos a R$ 3,00 e outros gratuitamente. Haverá também a opção de comprar pacotes de tíquetes com desconto. Todo dinheiro arrecadado será destinado a trabalhadores do setor audiovisual que ficaram sem recursos financeiros nesta época de pandemia.

“Porfirio do Amaral: a verdade sobre o samba”

Para a competição nacional, foram selecionados seis títulos: “Aleluia, O Canto Infinito do Tincoã”, de Tenille Bezerra, sobre o artista baiano Mateus Aleluia, ex-integrante da banda Os Tincoãs; “Dom Salvador”, de Artur Ratton e Lilka Hara, sobre o cultuado pianista Dom Salvador; “Dorivando Saravá”, de Henrique Dantas, que mostra a vida e a obra de Dorival Caymmi, analisada a partir de sua negritude; “Garoto – Vivo Sonhando”, de Rafael Veríssimo, sobre o instrumentista Garoto; “Porfírio do Amaral: a verdade sobre o samba”, de Caio Rubens, sobre o artista Porfírio do Amaral; e “Orquestra Neojibá – Música que Transforma”, de Sérgio Machado e George Walker Torres , sobre a A Orquestra Neojibá, das orquestras estaduais juvenis e infantis da Bahia.

Há outros vários filmes brasileiros distribuídos na Mostra Brasil, Brasil.Doc e entre os curtas, como “Arto Lindsay 4D”, de André Lavaquial, MATRIZ.doc, de Otávio Sousa, sobre a cantora Pitty, “Mestre Cupijó e seu Ritmo”, de Jorane Castro, “Memórias Afro-Atlânticas”, de Gabriela Barreto, “Quando Elas Cantam”, de Maria Fanchin, e muito mais.

“MATRIZ.doc”

O festival também apresenta a  Mostra Portugal, em parceria com o Instituto Camões e a Embaixada de Portugal, com uma seleção dos documentários musicais recentes mais destacados do país.  E para além dos filmes, a programação ainda conta com lives com os diretores, master class e shows exclusivos com Pitty, Autoramas, Flicts e outros.

SERVIÇO
In-Edit – 12º Festival Internacional de Documentário Musical
De 9 a 20 de setembro de 2020 (online)
Mais informações aqui.

Com informações da assessoria de imprensa do festival.

%d blogueiros gostam disto: