"Fico te Devendo uma Carta sobre o Brasil" (2020), de Carol Benjamin - Divulgação

25º É Tudo Verdade: como e onde ver os filmes do festival

A segunda fase da 25ª edição do É Tudo Verdade — Festival Internacional de Documentários vai de 23 de setembro a 4 de outubro, exibindo um total de 60 longas e curtas-metragens em competição e hors-concours, de forma gratuita.

A pandemia inviabilizou a realização presencial do evento, que teve a primeira parte exibida também online, entre 25 de março e 15 de abril, logo quando as salas de cinema tiveram que parar de funcionar. A segunda etapa conta com as mostras competitivas, sessões especiais, palestras e debates”, além da Conferência Internacional do Documentário.

O filme de abertura do É Tudo Verdade, “”A Cordilheira dos Sonhos””, será exibido online no site do É Tudo Verdade às 20h30 de 23/9 e às 15h de 24/9. Há limite de 1.000 visionamentos.

A competição brasileira de longas-metragens terá duas sessões online de cada um dos 10 filmes, às 21h e às 15h do dia seguinte à estreia, sempre no site do festival. Há limite de 1.500 visionamentos por título. Às 17h do dia seguinte de cada estreia, os diretores dos longas participarão de um debate virtual, na plataforma online do festival.

Os 12 longas-metragens da disputa internacional irão estrear diariamente, também no site do festival, às 18h, com duas exceções às 13h (dias 26/9 e 3/10). Os títulos vão permanecer disponíveis por até 24 horas, com limite de 1.000 visionamentos para cada um.

As competições brasileira e internacional de curtas-metragens contam com dois programas, cada qual com nove títulos divididos em três sessões online, programadas no site do festival. Há limites de 1.500 visionamentos para as sessões de curtas brasileiros e 1.000 para os internacionais.

Dois títulos brasileiros selecionados para Sessões Especiais (“Santiago das Américas” e “Garoto”) terão exibições únicas, com limite de 1.500 visionamentos, no site do festival.

Os filmes internacionais das mostras paralelas (Sessões Especiais; O Estado das Coisas; Foco Latino-Americano) terão suas estreias em horários determinados e ficarão disponíveis por até 24 horas no site do festival. Limite de 1.000 visionamentos, com exceção para “”Brouwer, A Origem da Sombra””, com limite de 500 visionamentos.

O filme encerramento do É Tudo Verdade, a ser anunciado, terá estreia online às 20h de 4/10, permanecendo disponível por até 24 horas, com limite de 1.000 visionamentos.

Seis documentários serão apresentados na Plataforma Itaú Cultural, cinco dos quais no quadro da 17ª Conferência Internacional do Documentários: ““40 Dias para Aprender Cinema””, ““A Televisão e Eu””, ““Gyuri”” e ““O Segundo Encontro””, mais ““Volkswagen: Operários na Alemanha e no Brasil”” estarão disponíveis gratuitamente de 23/9 a 4/10, sem limite de visionamentos. Já ““Santos Dumont: Pré-Cineasta?”” estará disponível das 13h de 24/9 às 9h de 25/10, também sem limite de visionamentos.

Confira a programação completa e conheça os longas brasileiros e internacionais em competição aqui.

Com informações da assessoria de imprensa do festival.

%d blogueiros gostam disto: