Chico Diaz em "Corisco & Dadá" (1996), de Rosemberg Cariry - Divulgação
Chico Diaz em "Corisco & Dadá" (1996), de Rosemberg Cariry - Divulgação

16ª CineOP revisita o cinema brasileiro da década de 1990

A CineOP — Mostra de Cinema de Ouro Preto realiza sua 16ª edição entre os dias 23 e 28 de junho, novamente em ambiente virtual, em decorrência da pandemia de Covid-19.

Este ano, a temática central da CineOP é “Memórias entre diferentes tempos” e vai focar no cinema brasileiro da década de 1990. De acordo com os curadores Francis Vogner dos Reis e Cleber Eduardo, a ideia é refletir sobre um período importante de transição cultural e política na história do Brasil, e investigar em que sentido é importante retornar hoje, em 2021, a alguns fins e outros recomeços que marcaram o cinema e a sociedade. Afinal, foi nos anos 90 que o país teve o primeiro presidente eleito por voto direto após o fim da ditadura e foi também a década da extinção da Embrafilme, fato que paralisou quase que totalmente o cinema brasileiro.

A temática será discutida em debates realizados dentro dos três eixos da CineOP: história, educação e preservação. Já na programação de filmes, o público poderá ver clássicos que marcaram a retomada do cinema brasileiro na segunda metade dos anos 90, entre eles “Carlota Joaquina, Princesa do Brazil”, “Lamarca” e “Baile Perfumado”.

A mostra também presta uma homenagem ao ator Chico Diaz, um dos grandes nomes do audiovisual no país e figura marcante em filmes da década de 1990. A CineOP vai exibir uma retrospectiva da carreira do artista, com títulos como “A Cor do Seu Destino”, “Os Matadores”, “Amarelo Manga”, além da produção portuguesa “O Ano da Morte de Ricardo Reis”, que será o filme de abertura.

Durante o evento, o público pode ainda participar de oficinas. São seis ao todo, com oferta de 130 vagas. É permitida apenas uma inscrição por pessoa. Os interessados podem se inscrever até 15 de junho ou até as vagas se esgotarem. As modalidades disponíveis são as seguintes: “Oficina de Som para Documentário”, “Tecendo Memórias em Imagens e Sons”, “Gestão de Comunicação para Instituições de Salvaguarda”, “Desenvolvimento de Projetos de Educação Audiovisual”, “Espelho Invertido – Exercícios (Audiovisuais) de Escuta Empática” e “Financiando Meu Filme”.

A programação da CineOP – Mostra de Cinema de Ouro Preto é totalmente online e gratuita. Acompanhe no site cineop.com.br.

RELAÇÃO DOS FILMES EM EXIBIÇÃO NA 16a CINEOP

MOSTRA CONTEMPORÂNEA | LONGAS

A SENHORA QUE MORREU NO TRAILER, de Alberto Camarero e Alberto de Oliveira (SP)

A TRILHA DOS RATOS, de MARCELO FELIPE SAMPAIO (SP)

AQUILO QUE EU NUNCA PERDI, de Marina Thomé (SP, MS, RJ)

GOLPE DE OURO, de CHAIM LITEWSKI (SP)

KUNHANGUE ARANDU: A SABEDORIA DAS MULHERES, de Alberto Alvares e Cristina Flória (SP)

MÁQUINA DO DESEJO. 60 ANOS DE TEAT(R)O OFICINA, de Joaquim Castro e Lucas Weglinski (SP)

MATA, de Fábio Nascimento e Ingrid Fadnes (RJ)

MURIBECA, de Alcione Ferreira & Camilo Soares (PE)

O AMOR DENTRO DA CÂMERA, de Jamille Fortunato e Lara Beck Belov (BA/RJ)

O ÍNDIO COR DE ROSA CONTRA A FERA INVISÍVEL – A PELEJA DE NOEL NUTELS, de Tiago Carvalho (RJ)

OPERAÇÃO CAMANDUCAIA, de Tiago Rezende de Toledo (SP/BA/CE)

XADALU E O JAGUARETÊ, de Tiago Bortolini de Castro / Ariel Kuaray Ortega (co-direção) (RS)

 

MOSTRA CONTEMPORÂNEA | CURTAS

DESCOMPOSTURA, de Alline Torres, Anaduda Coutinho, Marcio Plastina e Víctor Alvino (RJ)

DESVIO, de Flora Nakazone (SP)

FOI UM TEMPO DE POESIA, de Petrus Cariry (CE)

FÔLEGO, de Sofia Badim (RJ)

IGUAL/DIFERENTE/AMBAS/NENHUMA, de Adriana Barbosa e Fernanda Pessoa (SP)

MEMÓRIA PRESENÇA, de Gabriel Carneiro (MG)

NÃO SE PODE ABRAÇAR UMA MEMÓRIA, de Pedro Tavares (RJ)

NO VERSO TEM UM CÉU, de Jonta Oliveira (SE)

NOVO RIO, de Lorran Dias (RJ)

O SUPOSTO FILME, de Rafael Conde (MG)

OURO PARA O BEM DO BRASIL, de Gregory Baltz (RJ)

PEQUENAS CONSIDERAÇÕES SOBRE O ESPAÇO-TEMPO, de Micheline Helena (CE)

REPÚBLICA DO MANGUE, de Julia Chacur, Mateus Sanches Duarte e Priscila Serejo (RJ)

ROCIO DAS VAGAS, de Rodrigo Faustini (SP)

TRÓPICO DE CAPRICÓRNIO, de Juliana Antunes (SP)

UMA INVENÇÃO SEM FUTURO, de Francisco Miguez (SP)

VAI!, de Bruno Christofoletti Barrenha (SP)

ZONA ABISSAL, de Luisa Marques & Darks Miranda (RJ)

 

MOSTRA CONTEMPORÂNEA |MÉDIA E CURTAS REDE MINAS

25 ANOS SEM ASFALTO, de Fabi Andrade (SP)

A CASA E A RUA, de Taise Andrade Ribeiro (BA)

ADEUS AOS LIVROS, de Diego Quinderé de Carvalho (RJ)

CAIXINHA DE MÚSICA, de Ana Carolina do Monte (SP)

COLEÇÃO PRECIOSA, de Rayssa Coelho e Filipe Gama (BA)

NAPO, de Gustavo Ribeiro (PR)

SEM CHÃO, SEM MEDO, de Guilherme Escapacherri, Jefferson Mendes (SP)

SUBSOLO, de Erica Maradona e Otto Guerra (RS)

 

MOSTRA CONTEMPORÂNEA | CURTAS TV UFOP

A LUZ INCIDIU SOBRE NÓS COMO A PÁLIDA NOITE, de Lucca Girardi (SP)

BIZÚ, de Dan Jonathan, Gil Sousa e Pedro Higor (CE)

DOZE, de Clara Tempone (MG)

EU SOU DA LYRA, de Beatriz Lira (RJ; AC)

POT-POURRI, de Leonardo da Rosa, Gianluca Cozza, André Berzagui e Guilherme Tusset (RS)

PRESENTE DE CASAMENTO, de Viviane Goulart (GO)

REDUTO, de Michel Santos (BA)

VISÕES DE COPACABANA – UMA BREVE TRILOGIA DO ACASO, de Rita Brás (RJ)

 

MOSTRA HOMENAGEM | LONGAS e CURTAS

A COR DO SEU DESTINO, de Jorge Durán (RJ)

AMARELO MANGA, de Cláudio Assis (SP/PE)

CORISCO & DADÁ, de Rosemberg Cariry (CE)

O ANO DA MORTE DE RICARDO REIS, de João Botelho (Portugal)

OS MATADORES, de Beto Brant (SP)

Ficção, 35MM, Cor, 93min, SP, 1997

PRAÇA SAENS PEÑA, de Vinícius Reis (RJ)

CACHAÇA, de Adelina Pontual (PE)

DE SENTINELA, de Katia Maciel (RJ)

QUEM VOCÊ MAIS DESEJA, de André Sturm, Silvia Rocha Campos (RJ)

GIRASSOL VERMELHO, de Éder Santos (MG) – Filme em Processo

 

MOSTRA HISTÓRICA

A NEGAÇÃO DO BRASIL, de Joel Zito Araújo (SP)

AMÉLIA, de Ana Carolina (RJ)

BAILE PERFUMADO, de Lírio Ferreira, Paulo Caldas (PE)

BRAVA GENTE BRASILEIRA, de Lúcia Murat (RJ)

CARLOTA JOAQUINA – PRINCESA DO BRASIL, de Carla Camurati (RJ)

CARMEN MIRANDA: BANANAS IS MY BUSINESS, de Helena Solberg (RJ)

LAMARCA, de Sergio Rezende (RJ)

O MANDARIM, de Júlio Bressane (RJ)

TUDO É BRASIL, de Rogério Sganzerla (RJ)

YNDIO DO BRASIL, de Sylvio Back (RJ)

 

MOSTRA PRESERVAÇÃO

ACERVO DJALMA CORRÊA, direção Cecília Mendonça (RJ)

CINEMATECA BRASILEIRA, de Ozualdo R. Candeias (SP)

CIRCO VOADOR – A NAVE, de Tainá Menezes (RJ)

MARECHAL RONDON: PATRONO DAS COMUNICAÇÕES, acervo Arquivo Nacional (RJ)

O PAÍS DE SÃO SARUÊ, de Vladimir Carvalho (RJ)

REVISTA DA TELA Nº 177 X 74 (CINEJORNAL), acervo Arquivo Nacional (RJ)

REVISTA DO CINEMA BRASILEIRO #38, de Marco Altberg (RJ)

REVISTA DO CINEMA BRASILEIRO #77, de Marco Altberg (RJ)

REVISTA DO CINEMA BRASILEIRO #98, de Marco Altberg (RJ)

 

MOSTRA EDUCAÇÃO

A HISTÓRIA DA LAGARTA, de Aline Caetano Begossi (SP)

A ILHA É UM MUNDO, de profa. Liana Lobo Baptista, alunos e famílias do CP/UFMG (SP)

CARTAS VISUALES, de Isabel Tapia e Javiera Quintanilla (Chile)

CEM CRIANÇAS ESPERANDO UM TREM, de (Chile)

DE LA CAMA AL LIVING, de Tomás Norambuena e Isabel Tapia (Chile)

DESDE MI PIEL, de Victoria Antío (Chile)

DIÁLOGOS NA QUARENTENA – NOSSAS FRUTAS, de Karla Lopes Beck, Vanessa Faria dos Santos e Vitor Farias (SP)

DIÁLOGOS NA QUARENTENA – PÉ DE MANGA, de Karla Lopes Beck e Vanessa Faria dos Santos (SP)

DIARIO DE SENSACIONES, de Juan José Sanchez (Colômbia)

EDUCAÇÃO EM TEMPO DE PANDEMIA, de Diogo Santos (MG)

EL REGALO DE LA HUERTA EN PANDEMIA, de Vicente Navarrete (Chile)

ENCONTROS: ESCOLA-CINEMA E CINEMA-ESCOLA CARTOGRAFIAS DO FEMININO, de Marcelly Camacho Torteli Faria (SP)

IRREAL, de Brenda Andrade (BA)

JANELA INVERTIDA, de Daniele Grazinoli (RJ)

MADE IN JAPAN, de Victoria Cifuentes (Chile)

MINUTO REALIZA – HAIDEYA, de REALIZACINE (RJ)

MINUTO REALIZA – OTELO, de REALIZACINE (RJ)

NO CORAÇÃO DA ESCOLA, de Monica Araujo (SP)

O AUDIOVISUAL E AS SENSAÇÕES, de profa. Liana Lobo Baptista, alunos e famílias do CP/UFMG (MG)

O QUE VOCÊ FAZ QUANDO NÃO TEM NINGUÉM OLHANDO?, de Gangue do Van Gogh

RAÍCES, de Nahuel Espinoza (Chile)

SOBRE RUEDAS, de Valeria Cuevas (Chile)

SORVETE E CONVERSAS COM MARIANA, de Mauro Guari (SP)

UM DIÁRIO DE VIAJANTES, de Gabriela Capper (RJ)

UN MINUTO, de Isabel Tapia, Santiago Martínez e Sebastián Rojas (Chile)

VELHOS TEMPOS, de Clarice Gouveia e Ceci Colares (RJ)

XEQUE NÃO MATE O PROFESSOR, de Brunna D’ Luise Turato Lotti Alves e Camila Santos da Silva (SP)

 

SESSÕES CINE-ESCOLA

A MENINA E O VELHO, de Luciano Fusinato (SC)

ANA & COPACABANA, de Edem Ortegal (RJ)

ATRAVESSA A VIDA, de João Jardim (RJ)

MENSAGEM DAS ESTRELAS, de Ariel Pereira Quintela (SP)

O MENINO E O OVO, de Juliana Capilé (MT)

O MEU BICHINHO DE ESTIMAÇÃO, de Jaqueline Dulce Moreira (MG)

RAONE, de Camila Santana (SP)

VENTO VIAJANTE, de Os Alunos / Analúcia Godoi | Projeto Animação (CE)

 

MOSTRINHA

AS NOVAS AVENTURAS DO KAISER, de Marcos Maglhães (RJ)

ME LIGA NA LATA – EPISÓDIO 09 – MARANHÃO 1 – MA, de Renata Meirelles e David Reeks (SP)

PASSAGEM SECRETA, de Rodrigo Grota (PR)

DENTRO DA CAIXINHA – SEGREDO DE CRIANÇA, de Guilherme Reis (MG)

 

MOSTRA VALORES

BORDANDO O PATRIMÔNIO – COSTURANDO MEMÓRIAS, de Fabiano Souza (MG)

MAIS QUE DOCE, de Arthur Medrado (MG)

SÉRIE MINHA VOZ MINHA VEZ – EPISÓDIO 1 – D. CECÍLIA – TAPETES DE ARRAIOLO, de Gabriel Caram (MG)

SÉRIE MINHA VOZ MINHA VEZ – EPISÓDIO 1 – CAPITÃO XISTO – CONGADO, de Gabriel Caram (MG)

Com informações da assessoria de imprensa da CineOP.