"Os Inocentes" (The Innocents, 1961), de Jack Clayton - Divulgação
"Os Inocentes" (The Innocents, 1961), de Jack Clayton - Divulgação

Em Foco: “Os Inocentes” (1961), de Jack Clayton

No episódio #32, o podcast Em Foco analisa o filme “Os Inocentes” (The Innocents, 1961, Reino Unido), dirigido por Jack Clayton e protagonizado por Deborah Kerr.

Clique para reproduzir em uma nova janela | Download

Assine o nosso feed de podcasts: RSS | Apple | Google
Spotify | Deezer | Castbox | TuneIn| Stitcher | Player FM | YouTube

Um dos grandes clássicos do cinema de horror de todos os tempos, “Os Inocentes” é baseado na novela gótica “A Outra Volta do Parafuso”, escrita por Henry James. O roteiro foi adaptado por William Archibald e Truman Capote.

O enredo acompanha a Srta. Giddens (Deborah Kerr), uma governanta recém-contratada para cuidar dos irmãos órfãos Flora (Pamela Franklin) e Miles (Martin Stephens), que vivem na Mansão Bly, em Essex, no Leste da Inglaterra. Não demora para que a Srta. Giddens comece a notar comportamentos estranhos nas crianças e a ser assombrada por visões de um casal de ex-funcionários da propriedade que teriam morrido no local. E essas supostas forças sobrenaturais perturbam cada vez mais a rotina da Srta. Giddens e a sua relação com Flora e Miles.

Além da análise do filme em si, o nosso podcast também discute a importância da fotografia em CinemaScope dirigida pelo renomado Freddie Francis; destaca a importânica de Daphne Oram, pioneira da música eletrônica, para o design de som do filme; traz o perfil da atriz Deborah Kerr; comenta a prequela “Os Que Chegam com a Noite” (The Nightcomers, 1971), estrelada por Marlon Brando; e relembra outras adaptações de “A Outra Volta do Parafuso” para o cinema e para TV.

Participam do podcast sobre “Os Inocentes”: Renato Silveira e Kel Gomes, editores do cinematório, Ana Lúcia Andrade, professora de Cinema da Escola de Belas Artes da UFMG, e Heitor Capuzzo, também professor de Cinema, escritor e crítico, autor dos livros “O Cinema Além da Imaginação”, “Alfred Hitchcock: O Cinema em Construção” e “Lágrimas de Luz: O Drama Romântico no Cinema”.

Confira abaixo a minutagem dos quadros do podcast:

00:00:00 – Introdução

00:06:10 – Grande Angular: saiba mais sobre o elenco e a equipe do filme

00:14:56 – Close-up: perfil da atriz Deborah Kerr

00:20:10 – Ponto de Vista: análise e comentários sobre o filme

01:21:06 – Zoom: cenas ou momentos essenciais do filme

01:27:57 – Fora de Quadro: outras adaptações de “A Outra Volta do Parafuso” para o cinema e para a TV

No Em Foco, você ouve debates e análises de filmes, sejam eles clássicos, grandes sucessos de bilheteria e de crítica, produções que marcaram época ou que foram redescobertas com o passar dos anos, não importa o país de origem. Além disso, você revisita conosco a filmografia de cineastas que deixaram sua assinatura na história do cinema.

Quer mandar um e-mail? Escreva seu recado e envie para contato@cinematorio.com.br

Cineclube Cinematório

O Cineclube Cinematório está no Padrim e no PicPay. O seu apoio é fundamental!

Fora de Quadro

— Trailer de “Os Que Chegam com a Noite”, a prequela de “Os Inocentes”:

 

— Trailer de “A Maldição da Mansão Bly” (The Haunting of Bly Manor, 2020), minissérie baseada em “A Outra Volta do Parafuso”:

 

— Trailer de “Os Órfãos” (The Turning, 2020), de Floria Sigismondi, mais recente adaptação de “A Outra Volta do Parafuso” para o cinema:

 

— Trailer de “Através da Sombra” (2015), de Walter Lima Jr., filme brasileiro baseado em “A Outra Volta do Parafuso”:

 

Textos, imagens e outros materiais relacionados

Podcast Em Foco sobre “A Um Passo da Eternidade”.

Podcast Em Foco sobre “Matar ou Morrer”.

Podcast Escolha da Audiência sobre “Possessão”.

“From Her to Eternity: The Enduring Icy Hotness of Deborah Kerr”: perfil de Deborah Kerr escrito por Jessica Kiang e publicado no site da Criterion (em inglês).

— Como funciona o Oramics, equipamento inventado por Daphne Oram, a “avó do techno”, para criar sons eletrônicos a partir de imagens (reportagem da BBC, em inglês):

 

— Análise da fotografia de “Os Inocentes” feita pelo diretor de fotografia John Bailey (em inglês):

 

— Documentário sobre os bastidores de “Os Inocentes” (em inglês):

 

— Trailer de “Os Inocentes”:

 


Apoio:

MUBI

O cinematório é parceiro da MUBI, um serviço de streaming de filmes que exibe preciosidades cinematográficas realizadas no mundo todo, escolhidas a dedo por uma equipe de curadores. Faça um teste por 30 dias grátis: basta se cadastrar neste link.

%d blogueiros gostam disto: