Karoline Sofie Lee em "O Retorno" (2018), de Malene Choi.

Plataforma Filmicca exibe gratuitamente sete filmes dirigidos por mulheres

Em celebração ao Dia Internacional das Mulheres, a plataforma Filmicca disponibiliza, gratuitamente, durante todo o mês de março, sete filmes realizados por diretoras de sete diferentes nacionalidades. Todos os longas-metragens são produções contemporâneas e independentes, sendo que a maioria ficou inédita nos cinemas brasileiros.

Um dos filmes da programação é “Solange e os Vivos” (2016), da francesa Ina Mihalache. A personagem principal surgiu de uma série de vídeos no YouTube criada e protagonizada pela diretora. Ela interpreta uma jovem antissocial que se vê desafiada a buscar o convívio com outras pessoas quando é acometida por uma estranha doença: toda vez que fica sozinha, ela desmaia repentinamente.

“Solange e os Vivos” (2016), de Ina Mihalache

Outro destaque na plataforma é “O Retorno” (2018), filme inspirado nas experiências pessoais da diretora Malene Choi. A trama acompanha Karoline e Thomas, irmãos adotivos que nasceram na Coreia do Sul, mas cresceram na Dinamarca. Já na casa dos 30 anos, eles retornam à sua terra-natal e conhecem outras pessoas que foram adotadas e criadas em outros países. A busca por suas raízes os fazem questionar seus próprios destinos e suas identidades. Misturando documentário e ficção, “O Retorno” foi aclamado pela crítica e premiado no Festival de Roterdã.



Os sete filmes do especial podem ser vistos gratuitamente até 31 de março. Basta fazer um cadastro na plataforma Filmicca para ter acesso.

%d blogueiros gostam disto: