"Aragem" (2022), de Ricardo Alves Jr. - Foto: Divulgação

33º Curta Kinoforum anuncia filmes selecionados e formato híbrido

Programado para acontecer de 18 a 28 de agosto, o Festival Internacional de Curtas de São Paulo – Curta Kinoforum anunciou 183 curtas-metragens selecionados, representando 42 países. 

A produção brasileira responde por 87 títulos, produzidos em 18 estados e no Distrito Federal. Os filmes fazem parte das mostras Brasil, Infantojuvenil e Limite, além de programas especiais.

De Minas Gerais, foram selecionados dois curtas-metragens para a mostra competitiva brasileira. “Aragem”, dirigido por Ricardo Alves Jr. (“Vaga Carne”, “Elon Não Acredita na Morte”), conta a história de um final de semana vivido entre avó e neta, em uma praia remota do litoral brasileiro. Lá, elas conhecem o extraordinário que habita o alto mar. O filme foi produzido pelo Grupo de Teatro e Casa Cultural Atrás do Pano. 



A outra produção mineira selecionada para competir no Curta Kinoforum é “Cyntia”. Dirigido por Rafael Diniz Marques Gontijo, o filme acompanha André, um estudante de cinema que saiu do interior para estudar em Belo Horizonte, mas se vê desempregado. 

Com acesso gratuito, o festival terá formato híbrido este ano. Depois de dois anos da pandemia de Covid-19, as sessões presenciais voltam a acontecer em São Paulo. No entanto, o acesso online à programação será mantido para todo o território brasileiro via plataformas digitais de streaming.

Os debates e demais atividades paralelas do Curta Kinoforum serão anunciadas em breve, juntamente com a programação completa do evento. Acompanhe as novidades no site oficial do evento.

%d blogueiros gostam disto: