A Guerra dos Rocha

“A Guerra dos Rocha” é um fiasco tão desastroso quanto a família que dá nome ao filme. Entre os Rocha, Taís Araújo e Marcello Antony se destacam (negativamente). Nenhum dos dois têm timing para comédia. Antony, então, parece interpretar um personagem escrito para qualquer outro ator, menos para ele. Até Lúcio Mauro Filho e Diogo Vilela ficam aquém do que são capazes como comediantes. Tudo isso é fruto de um roteiro fraco, com personagens superficiais e um final mais do que previsível.

Aliás, o que dizer da cena em que Jorge Fernando, como um travesti, se apresenta em um cruzeiro e dubla a versão de Edson Cordeiro para a música “A Rainha da Noite/I Can’t Get No”? No meio do show, uma interrupção para apresentar a todos a mamãe do diretor. Pensando bem, é melhor nem comentar um episódio como esse…



Só Ary Fontoura merece elogios. Ele se esforça para fazer de “A Guerra dos Rocha” um filme divertido. E até consegue – em raros momentos – nas cenas em que a matriarca dessa atrapalhada família e a personagem de Nicette Bruno são seqüestradas por dois bandidos patetas (Ângelo Paes Leme e Zéu Britto).

Ary é, indiscutivelmente, uma senhora de 80 e poucos anos. No começo, é um pouco estranho vê-lo de vestido e peruca grisalha, mas depois de alguns minutos o difícil é lembrar que estamos diante de um homem (é uma ironia, aliás, constatar que a única pessoa que se encaixa em seu personagem e cumpre bem sua função no longa é um homem travestido de mulher…).

Bem que Ary Fontoura, como toda mãe zelosa, tenta usar seu lado feminino para salvar a família. Mas a mãezona já está debilitada e com a idade avançada. Sem a ajuda dos filhinhos, não tem jeito: os Rocha não escapam do fracasso.

nota: 2/10 — pura perda de tempo

A Guerra dos Rocha (2008, Brasil)
direção: Jorge Fernando; com: Ary Fontoura, Marcello Antony, Taís Araújo, Zéu Britto, Nicete Bruno, Cecília Dassi, Ludmila Dayer, Felipe Dylon, Giulia Gam, Ailton Graça, Lúcio Mauro Filho, Ângelo Paes Leme, Diogo Vilela; roteiro: Maria Carmem Barbosa; produção: Walkiria Barbosa, Iafa Britz, Marcos Didonet, Vilma Lustosa; fotografia: Paulo Souza; música: Guto Graça Mello; montagem: Felipe Lacerda, João Paulo Carvalho, Fernando Vidor; estúdio: Total Entertainment; distribuição: Fox Film. 77 min
%d blogueiros gostam disto: