Karatê Kid (2010)

“Karatê Kid” não é um filme para você e nem para mim. É para garotada que enfrenta aquelas barras que todos nós um dia já enfrentamos na escola. A primeira paixão, o valentão da escola. Provavelmente, o espectador que também levar com ele a versão original na memória também vai se decepcionar porque este novo “Karatê Kid” é muito fiel ao filme de 1984, ao ponto de copiar algumas passagens e diálogos. Literalmente, uma refilmagem.

A atualização da trama para o século 21 é concebida de uma maneira correta. Podemos acompanhar a mudança do jovem Dre (Jaden Smith) indo para um país estranho de costumes estranhos e tendo de lidar com os problemas da escola. Basicamente a mesma coisa, só que desta vez o herói é bem mais jovem que a versão de Ralph Macchio (enquanto Daniel-San já era quase adulto, chegando a ganhar um carro do Sr. Myiagi de aniversário, Shao-Dre sequer entrou na puberdade).



A grata surpresa deste “Karatê Kid” é a atuação de Jackie Chan. Encarando o papel do mestre Sr. Han, Jackie utiliza de uma linguagem corporal (provavelmente aprendida nos seus árduos anos de treinamento na China Drama Academy, conhecida pela rigorosidade de seus treinamentos) que o transforma da figura ágil que estamos acostumados em uma figura cansada, marcada pelos fatos de sua vida. Demonstrando uma carga dramática sem exageros, Chan transforma-se no grande destaque do filme, roubando as cenas de um veículo obviamente feito para o carisma de Jaden Smith.

Karatê Kid (The Karate Kid, 2010, EUA/China)
direção: Harald Zwart; roteiro: Christopher Murphey; fotografia: Roger Pratt; montagem: Joel Negron; música: James Horner; produção: James Lassiter, Jada Pinkett Smith, Will Smith, Ken Stovitz, Jerry Weintraub; com: Jaden Smith, Jackie Chan, Taraji P. Henson, Wenwen Han, Rongguang Yu, Zhensu Wu, Zhiheng Wang, Zhenwei Wang; estúdio: Columbia Pictures, China Film Group, Jerry Weintraub Productions, Overbrook Entertainment; distribuição: Columbia Pictures, Sony Pictures. 140 min

%d blogueiros gostam disto: