De Pernas Pro Ar



“De Pernas Pro Ar” é aquele tipo de filme superdivertido que faz com alguns tenham crises de risos no cinema, com enredo simplório, porém bem construído.
Com direção de Roberto Santucci e roteiro de Paulo Cursino e Marcelo Saback, o filme tem dois pontos fortes que podem fazer dele a comédia brasileira de maior sucesso este ano. O primeiro deles é a forma bem-humorada e inteligente com que o filme trata a sexualidade feminina. Já o segundo corresponde à interpretação da comediante global Ingrid Guimarães, que está perfeita para o papel.
O contrário acontece com Bruno Garcia, tão deslocado que parece ter caído de pára-quedas no filme errado. Quem também não se sai bem é a estrela do “Classeta e Planeta”, Maria Paula, que dá à sua personagem, uma dona de sex shop, um ar exageradamente caricato.
Mas, de forma geral, é um filme bem feito, mas que podia ter passado sem alguns clichês. Como a cena em que Ingrid toma ecstasy e diz não estar sentido nada, nem os pés, nem as mãos… Reduzir os clichês e ter um elenco melhor faria desta uma ótima comédia. Mas algumas cenas isoladas são hilárias, fazendo com que os erros sejam camuflados e quase perdoáveis.
De Pernas Pro Ar (2010, Brasil)
direção: Roberto Santucci; roteiro: Paulo Cursino, Marcelo Saback; fotografia: Antonio Luiz Mendes; montagem: Marcelo Moraes; música: Fabio Mondego, Fael Mondego, Marco Tommaso; produção: Mariza Leão; com: Ingrid Guimarães, Bruno Garcia, Maria Paula, Denise Weinberg, Antônio Pedro, Cristina Pereira, João Fernandes, Rodrigo Candelot; estúdio: Morena Filmes; distribuição: Downtown Filmes, Paris Filmes. 97 min
%d blogueiros gostam disto: