Livro “Documentário Brasileiro – 100 Filmes Essenciais” é lançado na Mostra de São Paulo

Dando continuidade à coleção iniciada com a publicação do livro “100 Melhores Filmes Brasileiros”, lançado em 2016, a Abraccine (Associação Brasileira de Críticos de Cinema), em parceria com o Canal Brasil e a Editora Letramento, lança nesta quinta-feira, 26 de outubro, a coletânea de ensaios “Documentário Brasileiro — 100 Filmes Essenciais“.

O lançamento acontece durante a 41ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo. Em formato de livro de arte e com ilustrações, a publicação reúne textos críticos sobre 100 produções documentais brasileiras de diversas épocas e formatos, escritos por membros da Abraccine e convidados.



O livro também traz 20 ensaios que enfocam personagens e movimentos que marcaram a história do documentário no Brasil, partindo dos pioneiros do formato, que desbravaram o interior em busca de imagens nos anos de 1910, como Silvino Santos e o Major Thomas Reis. A evolução do documentário passa por Humberto Mauro, à frente do Instituto Nacional do Cinema Educativo (Ince), pelos fundadores do Cinema Novo e de realizadores que focaram suas câmeras para a problemática social do Nordeste. Nomes fundamentais ganham capítulos especiais, como Eduardo Coutinho (“Cabra Marado para Morrer”), Andrea Tonacci (“Serras da Desordem”), Silvio Tendler (“Jango”), Sylvio Back (“A Guerra dos Pelados”) e João Moreira Salles (“Santiago”). O livro também se detém na representação das mulheres, dos negros, dos indígenas e da periferia no documentário e aborda a presença do gênero no desenvolvimento do cinema experimental, da Boca do Lixo e da videoarte.

A escolha dos filmes abordados foi realizada por meio de enquete entre os associados da Abraccine. O editor do cinematório, Renato Silveira, é membro da entidade desde 2011 e contribui para o livro com um ensaio sobre “O Fim e o Princípio” (2006), de Eduardo Coutinho.

O lançamento de “Documentário Brasileiro — 100 Filmes Essenciais” acontece a partir das 19h, na livraria Blooks (Shopping Frei Caneca), e será antecedido pelo debate “A representação de raça e gênero no cinema brasileiro – os limites da percepção da crítica”. A discussão será mediada pela jornalista e crítica Suyene Correia e terá como convidados a atriz e cineasta Helena Ignez, o cineasta Jeferson De, o escritor Bruno Galindo e a jornalista e crítica Luiza Lusvarghi. O debate abordará questões importantes sobre a atividade crítica, levantadas durante os últimos festivais, em torno da demanda por outros lugares e vozes que não observados pelos profissionais da área.

SERVIÇO
Lançamento do livro “Documentário Brasileiro — 100 Filmes Essenciais”
Local: Livraria Blooks – Shopping Frei Caneca
Data: 26 de outubro (quinta-feira)
Horário: 19h – Debate “A representação de raça e gênero no cinema brasileiro – os limites da percepção da crítica”; 20h – Lançamento do livro com autógrafos

%d blogueiros gostam disto: