Daniel Gonçalves recebe prêmio no Festival de Cartagena - Foto: Olhar Distribuição/Divulgação
Daniel Gonçalves recebe prêmio no Festival de Cartagena - Foto: Olhar Distribuição/Divulgação

Documentário “Meu Nome é Daniel” se qualifica para disputar o Oscar 2020

O longa brasileiro “Meu Nome é Daniel” ganhou o prêmio “Documental Calificado Oscar” do Festival Internacional de Cine de Cartagena, realizado na Colômbia. Com o prêmio recebido na noite da última segunda-feira, o filme está qualificado para disputar o Oscar da categoria Melhor Documentário em 2020.

O diretor e personagem principal do longa, Daniel Gonçalves, nasceu com uma deficiência que nenhum médico foi capaz de diagnosticar. No documentário, o jovem cineasta de 34 anos, residente no Rio de Janeiro, traça o caminho de sua vida para tentar compreender sua condição. Através de imagens de arquivo da família e de cenas gravadas nos dias atuais, ele leva o público a passear por suas histórias e reflexões.

“Meu Nome é Daniel” teve sua primeira exibição no festival Olhar de Cinema, em Curitiba, em junho do ano passado. Em janeiro de 2019, na 22ª Mostra de Cinema de Tiradentes, o longa venceu o Troféu Barroco de Melhor Filme eleito pelo Júri Popular. A estreia no circuito comercial está prevista para os próximos meses, com lançamento pela Olhar Distribuição.

%d blogueiros gostam disto: