"Cabeça de Nêgo" (2020) - Foto: Divulgação
"Cabeça de Nêgo" (2020) - Foto: Divulgação

Podcast: “Cabeça de Nêgo”, bate-papo com o diretor Déo Cardoso

Clique para reproduzir em uma nova janela | Download

Spotify | Deezer | Castbox | TuneIn | Stitcher | Player FM



O universo da sala de aula é cenário de “Cabeça de Nêgo”, primeiro longa do diretor Déo Cardoso, exibido em competição na Mostra Aurora, na 23ª Mostra de Cinema de Tiradentes. O drama cearense discute o racismo e a precarização das escolas públicas.

O protagonista é Saulo (Lucas Limeira), um rapaz introvertido que sofre um ato de racismo durante uma aula e decide ocupar as dependências da escola por tempo indeterminado. Usando de ideias dos militantes dos Panteras Negras, ele propõe modificações na instituição, mas a diretoria não permite sua liberdade de pensamento. O protesto solitário de Saulo logo ganha apoio de vários colegas e se transforma num movimento maior, influenciado pelas ocupações dos estudantes secundaristas em São Paulo.

Na entrevista que gravamos com Déo Cardoso em Tiradentes, o diretor fala sobre suas motivações e inspirações na realização do primeiro longa, o desafio de fazer um filme para dialogar com o público jovem, a escolha por uma linguagem mais tradicional e a importância de pessoas negras narrarem suas próprias histórias.

– Confira toda a nossa cobertura da 23ª Mostra de Cinema de Tiradentes.

– Receba nossa newsletter e conteúdo exclusivo de cinema.

cinematório - Observando a sétima arte.


Apoio:

Pão & Companhia

MUBI

cinematório é parceiro do MUBI, um serviço de streaming de filmes que exibe preciosidades cinematográficas realizadas no mundo todo, escolhidas a dedo por uma equipe de curadores. Faça um teste por 30 dias grátis: basta se cadastrar neste link.

%d blogueiros gostam disto: