"Pilsudski" (2019), de Michal Rosa - Divulgação
"Pilsudski" (2019), de Michal Rosa - Divulgação

Mostra de Cinema Polonês apresenta 14 filmes gratuitos

De 5 a 18 de novembro, a primeira versão digital da Mostra de Cinema Polonês oferece ao público longas inéditos no Brasil, como “Pilsudski” e “Diversão Pesada”, indicados ao prêmio de melhor filme no Polish Film Festival em 2018 e 2019, respectivamente. Também estão na programação, “Sou um Assassino”, vencedor do Silver Lions do mesmo festival em 2016, e “53 Guerras”, filme de estreia da diretora Ewa Bukowska.

A mostra inclui também sucessos recentes do cinema polonês, como “Supernova”, “Corpus Christi”, “A Atração”, “A Torre – Um dia Brilhante”, “A Filha de um Treinador”, “A Última Família”, “Doce Entardecer na Toscana”, entre outros. Os filmes poderão ser assistidos na plataforma de streaming Spcine Play, gratuitamente.

“Pela primeira vez temos a oportunidade de fazer a mostra na versão digital com parceria do Spcine Play, aumentando o nosso público que só tinha acesso à mostra em São Paulo ou em grandes cidades”, destaca a curadora e organizadora Ewa Zukrowska.

Durante duas semanas, os cinéfilos terão acesso a filmes que tratam de questões da atualidade como: imigração, família, religião, condição da mulher na sociedade, entre outros importantes assuntos que refletem o mundo que vivemos.

Confira a relação completa de filmes da mostra logo abaixo, com curiosidades sobre cada título. Atenção: alguns filmes estarão disponíveis apenas em dias específicos e com horários determinados e indicados no site oficial do evento.

PILSUDSKI (DIA 5, filme de abertura)

Direção | Michal Rosa

(2019) Polônia | 108 min | Drama Histórico | 14 anos

Sinopse | Depois de fugir de um hospital psiquiátrico, em 1901, o herói nacional polonês Józef Piłsudski se torna mais uma vez o líder do movimento clandestino de independência na Polônia. Inflexível no campo de batalha, se divide entre duas mulheres na vida pessoal.

Curiosidades | A atriz Magdalena Boczarska  levou o Leão de Ouro na categoria Melhor Atriz do Festival de Filmes Polones de Gdynia, em 2019.

 

53 GUERRAS

Direção | Ewa Bukowska

(2018) Polônia | 82 min | Drama | 14 anos

Sinopse | Anka, cujo marido Witek é um aclamado correspondente de guerra dos anos 90, tem a esperança que ele retorne com segurança a cada missão. Mas suas angústias distorcem a realidade e sua vida começa a se tornar destrutiva.

Curiosidades | Filme de estreia da diretora Ewa Bukowska baseado no livro autobiográfico de Grazyna Jagielska. Este drama psicológico narra as tormentas e consequências emocionais de se viver a guerra longe do front e Magdalena Poplawska recebeu o prêmio de Melhor Atriz  no FAF – Festival de Atuação em Filmes.

 

DOCE ENTARDECER NA TOSCANA (DIA 6, às 16h até o DIA 9, às 16h) 

Direção | Jacek Borcuch

(2019) Polônia | 97 min | Drama | 16 anos

Sinopse | Renomada escritora polonesa vive com sua família há anos na Toscana e passa a revelar o seu incômodo frente a seu mundo de privilégios e à escalada de intolerância na Europa.

Curiosidades | A atriz Krystyna Janda é uma das grandes damas do cinema polonês e sua atuação neste 4º longa do diretor rendeu o Prêmio de Melhor Atriz no Festival de Sundance. O filme traz à tona o debate sobre o preconceito contra estrangeiros  e foi laureado como Melhor Filme no Festival Internacional de Cinema Off Camera de Cracóvia.

 

GUCZO (SOMENTE NO DIA 12)

Direção | Maria Smarz Koczanowicz

(2020) Polônia | 76 min | Documentário | 14 anos

Sinopse | O filme apresenta a vida e obra do artista August Zamoyski, um aristocrata condenado por sua família em tempos tumultuados e um homem de muitos talentos.

Curiosidades | Na década de 1950, August Zamoyski ofereceu cursos de escultura no Rio de Janeiro e no Museu de Arte de São Paulo (Masp).

 

SOU UM ASSASSINO

Direção | Maciej Pieprzyca (nova geração de cineastas)

(2016) Polônia | 117 min | Drama Policial| 16 anos

Sinopse | É 1972, um famoso serial killer está vagando pela Silésia numa onda de assassinatos, quando um jovem e ambicioso tenente é convocado para assumir a investigação. Um thriller policial ambientado na realidade dos anos 70 na Polônia Comunista.

Curiosidades | Baseado numa história real, o filme levou os prêmios de Melhor Direção no Festival Internacional de Xangai e no Festival de Cinema Polonês, em Gdynia. Na categoria  Melhores Atores Coadjuvantes, os atores Agata Kulesza e Arkadiusz Jakubik venceram o Prêmio da Academia Polonesa de Filmes, em 2017.

 

A ATRAÇÃO (DIA 16 até o DIA 18)

Direção | Agnieszka Smoczynska (nova geração de cineastas)

(2015) Polônia | 92 minutos | Fábula Musical | 16 anos

Sinopse | Duas belas e selvagens sereias são as protagonistas e se tornam as maiores atrações de uma casa noturna de Varsóvia.

Curiosidades | Ambientado nos anos 80, o longa de estreia da diretora polonesa com características de musical e de filme de terror . O filme foi sensação em diversos festivais de cinema fantástico do mundo com sua mistura de romance, terror e musical e seu colorido vibrante.

 

DIVERSÃO PESADA

Direção | Kinga Debska

(2018) Polônia | 88 minutos | Drama  | 16 anos

Sinopse | Promotora, estudante e médica são reféns do alcoolismo e estão numa encruzilhada na vida. As circunstâncias apenas tornam os problemas dessas três mulheres maiores e mais intensos. Será que elas podem superar esses obstáculos com a ajuda de amigos e familiares?

Curiosidades | Com uma atuação visceral das três atrizes Dorota Kolak, Maria Debska e Agata Kulesza, o filme venceu na categoria Prêmio do Júri Popular do Festival Internacional de Cinema Independente Off Câmera de Cracóvia, em 2019. A diretora escreveu o roteiro junto com Mika Dunin, uma blogueira polonesa que escreve sobre álcoolismo feminino.

 

A FILHA DE UM TREINADOR

Direção | Lukasz Grzegorzek (nova geração de cineastas)

(2018) Polônia | 93 minutos | Drama | 16 anos

Sinopse | Uma jovem de 17 anos dedica-se ao tênis tendo o seu pai como técnico. Ela é o seu maior orgulho e ele é todo o mundo de sua filha. Tudo muda quando outro tenista promissor se junta a eles.

Curiosidades | O primeiro longa do diretor recebeu muitos elogios e vários prêmios. Entre os principais, destacam-se o de Melhor Ator para Jacek Braciak e Melhor Atriz Estreante para Karolina Bruchnicka no Festival Internacional de Cinema Independente Off Câmera de Cracóvia.

 

COMO CÃO E GATO 

Direção | Janusz Kondratiuk

(2018) Polônia | 102 min | Comédia | 14 anos

Sinopse | A história real das relações complicadas entre o diretor e seu irmão mais velho. A visão de uma família não convencional com seus conflitos e rivalidades, cheia de humor irônico.

Curiosidades | Olgierd Lukaszewicz  levou o Leão de Ouro na categoria de Melhor Ator Coadjuvante e Aleksandra Konieczna venceu na categoria Melhor Atriz Coadjuvante no Festival de Filmes Poloneses de Gdynia.

 

TORRE – UM DIA BRILHANTE

Direção | Jagoda Szelc (nova geração de cineastas)

(2017) Polônia | 111 min | Drama – mistério | 14 anos

Sinopse | A trama gira em torno de uma família residente na área rural que estremece suas relações com a chegada de um parente. Mas há uma misteriosa razão para o seu retorno.

Curiosidades | Sucesso de crítica e bilheteria na Polônia. O filme de estreia da diretora polonesa ganhou o Leão de Ouro nas categorias Melhor Roteiro e Melhor Diretor Estreante do Festival de Filmes Poloneses de Gdynia, em 2017.

 

A SOLIDARIEDADE DE ACORDO COM AS MULHERES

Direção | Marta Dzido e Piotr Sliwowski (nova geração de cineastas)

(2015) Polônia | 113 min | Documentário | 14 anos

Sinopse | O filme conta a história de mulheres guerreiras que com sua sabedoria, determinação e engajamento na oposição, mudaram a realidade política do país.

Curiosidades | Esse longa foi premiado no Festival de Cinema Polonês de Nova York e se torna um manifesto para os dias de hoje pela força e coragem em lutar.

 

CORPUS CHRISTI (DIA 13, às 16H até DIA 14, às 16h)

Direção | Jan Komasa

(2019) Polônia | 116 min | Drama | 16 anos

Sinopse | Daniel se torna muito religioso enquanto está sendo mantido em um centro de detenção juvenil. Ao deixar a instalação, ele passa a morar numa pequena cidade onde é confundido com um padre que estava sendo aguardado.

Curiosidades | Baseado em fatos reais. Antes das filmagens, o roteirista Mateusz Pacewicz foi ao vilarejo entrevistar os habitantes e descobriu que as pessoas da comunidade adoravam o falso religioso. Então, escreveu um livro sobre a história e foi convidado a assumir o roteiro para o cinema.

 

SUPERNOVA

Direção | Bartosz Kruhlik

(2019) Polônia | 78 min | Drama- Thriller | 16 anos

Sinopse | Numa pequena estrada durante uma bela manhã de domingo um acontecimento trágico vai mudar a vida de três homens.

Curiosidades | Longa de estreia do diretor que diz ter se inspirado quando soube do trágico atropelamento de uma família numa área rural da Polônia. Kruhlik trabalhou com os moradores da cidade e utilizou atores profissionais apenas para os poucos papéis dos protagonistas.

 

A ÚLTIMA FAMÍLIA

Direção | Jan P. Matuszynski (nova geração de cineastas)

(2016) Polônia | 124 min | Drama Biográfico  | 16 anos

Sinopse | O filho neurótico do famoso pintor Zdzisław Beksiński muda-se para Varsóvia e vai morar perto do apartamento de seus pais. Concentrado na sua carreira artística, Zdzisław grava tudo ao seu redor com sua adorada câmera. Ao mesmo tempo, desenrola-se um drama familiar. Por meio de pinturas distópicas e perturbadoras, experiências de quase morte, tendências da música dance e funerais, observamos a história de um artista incomum e a vida de uma família marcada pela fatalidade.

Curiosidades | Longa de estreia do diretor. O filme tem como base as gravações em áudio e vídeo que Zdzislaw fazia incessantemente de sua família em sua casa. Ele era um artista, que se expressava através da pintura e fotografia e seus trabalhos ficaram marcados pelas visões apocalípticas e cenas de ficção científica. O trabalho foi premiado, em 2016 como Melhor filme no Festival de Locarno e Melhor Direção de Arte no Festival Internacional de Chicago.

 

Com informações da assessoria de imprensa da Mostra de Cinema Polonês.

%d blogueiros gostam disto: