"Eu Empresa' (2021) -Foto: Marcus Curvelo
"Eu Empresa' (2021) -Foto: Marcus Curvelo

Confira os longas da Aurora e a seleção de curtas da 24ª Mostra de Tiradentes

De 22 a 30 de janeiro, a  24ª edição da Mostra de Cinema de Tiradentes exibe filmes e realiza debates e outras atividades com foco na temática “Vertentes da Criação”. A Mostra Aurora, principal competitiva do evento, traz sete longas-metragens selecionados segundo a proposta curatorial da dupla Francis Vogner dos Reis e Lila Foster. Em 2021, o recorte expressa aspectos do cenário atual da produção brasileira, evidenciando, por exemplo, efeitos da pandemia, o esvaziamento das políticas de fomento e novas relações com o tempo e o espaço.

Os selecionados da Mostra Aurora são avaliados pelo Júri Oficial, composto por  Mariana Souto (professora de cinema de Universidade de Brasília/DF), Graciela Guarani (comunicadora, produtora cultural e cineasta/MS), Ivone Margulies (professora da Hunter College em NY/EUA), Leonardo Bomfim (crítico e programador da Cinemateca do Capitólio em Porto Alegre/RS) e Soraya Martins (atriz, crítica e curadora teatral independente/MG). O vencedor leva o Troféu Barroco e prêmios de parceiros da Mostra.

Os filmes poderão ser assistidos online no site oficial da Mostra de Tiradentes por um período de 48 horas a partir da abertura do sinal de cada um. Eles serão debatidos sempre na manhã seguinte à estreia, no programa da série “Encontro com os Filmes”. Confira os títulos e a programação abaixo:



“Açucena” (BA), de Isaac Donato.

Abertura da sessão online: 23/01 (sábado) às 20h. Debate: 24/01 (domingo), às 11h.

“Oráculo” (SC), de Melissa Dullius e Gustavo Jahn.

Abertura da sessão online: 24/01 (domingo), às 20h. Debate: 25/01 (segunda), às 11h.

“Rosa Tirana” (BA), de Rogério Sagui.

Abertura da sessão online: 25/01 (segunda), às 20h. Debate: 26/01 (terça), às 11h.

“Kevin” (MG), de Joana Oliveira.

Abertura da sessão online: 26/01 (terça), às 20h. Debate: 27/01 (quarta), às 11h.

“A Mesma Parte de um Homem” (PR), de Ana Johann.

Abertura da sessão online: 27/01 (quarta), às 20h. Debate: 28/01 (quinta), às 11h.

“O Cerco” (RJ), de Aurélio Aragão, Gustavo Bragança e Rafael Spíndola.

Abertura da sessão online: 28/01 (quinta), às 20h. Debate: 29/01 (sexta), às 11h.

“Eu, Empresa” (BA/MG), de Leon Sampaio e Marcus Curvelo.

Abertura da sessão online: 29/01 (sexta), às 20h. Debate: 30/01 (sábado), às 11h.

"Kevin" (2021) - Foto: Cristina Maure
“Kevin” (2021) – Foto: Cristina Maure

Curtas

A programação de curtas-metragens conta com 79 títulos de 19 estados brasileiros, selecionados pelas curadoras Camila Vieira e Tatiana Carvalho Costa e o curador Felipe André Silva, que estreia na equipe da Mostra Tiradentes. Os filmes serão distribuídos nas mostras Foco (11), Panorama (26), Foco Minas (9), Temática (3), Praça (13), Formação (9), Jovem (3) e Mostrinha (5).

Na edição deste ano da Mostra Foco, cujos filmes são avaliados pelo Júri Oficial e também pelo Júri do Canal Brasil de Curtas, será possível, segundo a curadoria, perceber três linhas de aproximações: curtas que pensam a catástrofe, a destruição e o colapso do mundo em que vivemos; curtas que borram fronteiras entre o real e o imaginário; e filmes de distopia, com alegorias que aludem ao presente, pensam os processos históricos e apontam possíveis futuros. Já na Mostra Panorama, há, principalmente, curtas de realizadores com trajetórias já reconhecidas no cinema contemporâneo brasileiro.

Alguns filmes também já são conhecidos de quem acompanhou a produção nacional ao longo da “quarentena”, pois foram disponibilizados online em outras plataformas ou festivais, como “República”, de Grace Passô, produção que faz parte do projeto IMS Convida, e “4 Bilhões de Infinitos”, de Marco Antônio Pereira, exibido no Festival de Gramado.  “No processo de seleção, percebemos muitos curtas realizados durante o isolamento social devido à pandemia e selecionamos aqueles que conseguiram propor deslocamentos ao estado permanente de tristeza que nos imobiliza”, comenta Camila Vieira.

"4 Bilhões de Infinitos" (2020) - Foto: Divulgação
“4 Bilhões de Infinitos” (2020) – Foto: Divulgação

Confira a seleção completa de curtas-metragens:

MOSTRA FOCO

“4 Bilhões De Infinitos”, Marco Antonio Pereira (MG)

“A Destruição Do Planeta Live”, Marcus Curvelo (BA)

“Abjetas 288”, Júlia da Costa e Renata Mourão (SE)

DE COSTAS PRO RIO, Felipe Aufiero (AM / PR)

DRAMA QUEEN, Gabriela Luíza (MG)

EU TE AMO, BRESSAN, Gabriel Borges (PR)

LAMBADA ESTRANHA, Luisa Marques & Darks Miranda (RJ)

NOVO MUNDO, Natara Ney e Gilvan Barreto (RJ)

PRECES PRECIPITADAS DE UM LUGAR SAGRADO QUE NÃO EXISTE MAIS, Rafael Luan e Mike Dutra (CE)

CÉU DE AGOSTO, Jasmin Tenucci (SP)

RATOEIRA, Carlos Adelino (SC)

 

MOSTRA PANORAMA

À BEIRA DO PLANETA MAINHA SOPROU A GENTE, Bruna Barros e Bruna Castro (BA)

A PONTUALIDADE DOS TUBARÕES, Raysa Prado (PB)

ADELAIDE, AQUI NÃO HÁ SEGUNDA VEZ PARA O ERRO, Anna Zêpa (SP)

ANIMAIS NA PISTA, Otto Cabral (PB)

BABELON, Leon Barbero (SP)

CAMINHOS ENCOBERTOS, Beatriz Macruz e Maria Clara Guiral (SP)

CHOVEU HÁ POUCO NA MONTANHA DESERTA, Rei Souza (GO)

CONSTRUÇÃO, Leonardo da Rosa (RS)

ENTERRADO NO QUINTAL, Diego Bauer (AM)

FORA DE ÉPOCA, Drica Czech e Laís Catalano Aranha (SP)

ILHA DO SOL, Lucas Parente, Rodrigo Lima e Walter Reis (RJ)

LEVANTADO DO CHÃO, Melissa Dullius e Gustavo Jahn (SC / RS)

MANGUE-BRANCO, Flávia K. Ventura (SP)

MENARCA, Lillah Halla (SP)

MILTON FREIRE, UM GRITO ALÉM DA HISTÓRIA, Victor Abreu (RJ)

MINHA BATERIA ESTÁ FRACA E ESTÁ FICANDO TARDE, Rubiane Maia / Tom Nóbrega (SP)

O JARDIM FANTÁSTICO, Fábio Baldo, Tico Dias (SP)

OPY’I REGUA, Júlia Gimenes, Sérgio Guidoux (RS)

DE DORA, POR SARA, Sara Antunes (SP)

SEIVA BRUTA, Gustavo Milan (AM)

TRÊS GRAÇAS, Luana Laux (ES)

VAGALUMES, Léo Bittencourt (RJ)

VIDA DENTRO DE UM MELÃO, Helena Frade (MG)

VITÓRIA, RICARDO ALVES JR (MG)

VOCÊ JÁ TENTOU OLHAR NOS MEUS OLHOS?, Tiago Felipe (PR)

WON’T YOU COME OUT TO PLAY?, Julia Katharine (SP)

 

MOSTRA FORMAÇÃO

A VERDADE SAI DE SEU POÇO PARA ENVERGONHAR A HUMANIDADE, Matheus Strelow (RS)

CAMINHOS NA NOITE, Douglas Oliveira (SE)

COMBOIO PRA LUA, Rebeca Francoff (MG)

ELA VIU ARANHAS, Larissa Muniz (MG)

NOÇÕES DE CASA, Giulia Maria Reis (RJ)

O FILHO DO HOMEM, Fillipe Rodrigues (PA)

PARA TODES, Victor Hugo, Samara Garcia e equipe (RJ)

PÁTRIA, Lívia Costa e Sunny Maia (CE)

VANDER, Barbara Carmo (BA)

 

MOSTRA JOVEM

LETÍCIA, MONTE BONITO, 04, Julia Regis (RS)

POR OUTRAS PRIMAVERAS, Anna Carolina Moura Mol de Freitas (MG)

TRAÇADOS, Rudyeri Ribeiro (PA)

 

MOSTRA FOCO MINAS

23 MINUTOS, Rodrigo Beetz e Wesley Figueiredo (MG)

CRUA, Clara Vilas Boas e Emanuele Sales (MG)

LENÇOL BRANCO, Rebecca Moreno (MG)

MINEIROS, Amanda Dias (MG)

O MUNDO MINERAL, Guerreiro do Divino Amor (MG)

PIETÀ, Pink Molotov (MG)

SAPATÃO: UMA RACHA/DURA NO SISTEMA, Dévora mc (MG)

VIDEOMEMORIA, Aiano Bemfica, Pedro Maia de Brito (PE/MG)

VIGÍLIA, Rafael dos Santos Rocha (MG)

 

MOSTRA PRAÇA

5 FITAS, Heraldo de Deus e Vilma Martins (BA)

AINDA TE AMO DEMAIS, Flávia Correia (AL)

CASA COM PAREDE, Dênia Cruz (RN)

ELA QUE MORA NO ANDAR DE CIMA, Amarildo Martins (PR)

MAGNÉTICA, Marco Arruda (RS)

NOITE DE SERESTA, Sávio Fernandes e Muniz Filho (CE)

O BARCO E O RIO, Bernardo Ale Abinader (AM)

PEGA-SE FACÇÃO, Thaís Braga (PE)

PRIMEIRO CARNAVAL, Alan Medina (SP)

QUARTA: DIA DE JOGO, Clara Henriques e Luiza França (RJ)

RÁDIO CAPITAL ALVORADA, Rafael Stadniki (DF)

REBU, Mayara Santana (PE)

VOCÊ TEM OLHOS TRISTES, Diogo Leite (SP)

 

MOSTRINHA

FOGUETE, Pedro Henrique Chaves (DF)

MITOS INDÍGENAS EM TRAVESSIA, Julia Vellutni & Wesley Rodrigues (SP)

NAPO, Gustavo Ribeiro (PR)

O MENINO E O OVO, Juliana Capilé (MT)

VENTO VIAJANTE, Os Alunos / Analúcia Godoi (CE)

 

MOSTRA TEMÁTICA VERTENTES DA CRIAÇÃO

FILME DE DOMINGO, LINCOLN PÉRICLES (SP)

REPÚBLICA, Grace Passô (SÃO PAULO)

UMA NOITE SEM LUA, Castiel Vitorino brasileiro (ES/SP)

 

SERVIÇO
24ª Mostra de Cinema de Tiradentes
De 22 a 30 de janeiro de 2021
Híbrida (online e drive-in) | Gratuita
Mais informações aqui.

%d blogueiros gostam disto: