"As Irmãs Macaluso" (Le Sorelle Macaluso. 2020), de Emma Dante - Divulgação
"As Irmãs Macaluso" (Le Sorelle Macaluso. 2020), de Emma Dante - Divulgação

8 ½ Festa do Cinema Italiano destaca produções contemporâneas

Até 27 de junho, a 8 ½ Festa do Cinema Italiano 2021 acontece online, através da plataforma Looke, exibindo uma seleção de filmes realizados na Itália nos últimos anos, a maioria deles ainda inéditos no Brasil.

Entre os destaques da programação, estão produções como “As Irmãs Macaluso”, terceiro longa da aclamada dramaturga Emma Dante, que conta a história de cinco irmãs e como o tempo atravessa as relações e as vidas delas; “Fábulas Sombrias”, de Damiano D’Innocenzo e Fabio D’Innocenzo, que levou o Urso de Prata de Melhor Roteiro no Festival de Berlim 2020; “A Vida Solitária de Antonio Ligabue”, que deu a Elio Germano o Urso de Prata de Melhor Ator também em Berlim; além de “Rômulo & Remo: O Primeiro Rei”, uma ousada produção totalmente falada em proto-latim que reconta o mito dos fundadores de Roma em um filme repleto de ação e aventura.

Destaque também para “Volare (Tutto il Mio Folle Amore)”, de Gabriele Salvatores (Oscar de Melhor Filme Estrangeiro em 1991 com “Mediterrâneo”), que fez sua pré-estreia mundial no Festival de Veneza 2020. Estrelado pelo jovem Giulio Pranno e pelos experientes Claudio Santamaria e Valeria Golino, o longa conta a história de um pai ausente que um dia decide ir em busca do filho adolescente autista.

 

A programação também conta com duas comédias: a estreia de “Troca Tudo!”, do diretor Guido Chiesa, e o divertido “Bangla”, de Phaim Bhuiyan, longa premiado como a melhor comédia italiana de 2019 , que narra as aventuras amorosas de um italiano filho de imigrantes de Bangladesh.

Foco Alice Rohrwacher

A 8 ½ Festa do Cinema Italiano 2021 traz uma seção especial focada em Alice Rohrwacher, uma das realizadoras italianas mais prestigiadas da atualidade. Formada em Literatura e Filosofia pela Universidade de Turim, ela é diretora de obras como “Feliz Como Lázaro”, vencedor do Melhor Roteiro do Festival de Cannes 2018. Sua filmografia retrata a alma humana em histórias nada convencionais.

Seu longa de estreia, “Corpo Celeste” (2011), marcou também sua estreia nos sets, pois ela e a irmã, a atriz Alba Rohrwacher, cresceram no campo e sem acesso ao mundo do cinema. A produção estreou na Quinzena dos Realizadores do Festival de Cannes e recebeu o conceituado prêmio Nastro D’Argento.

Alice Rohrwacher - Divulgação
Alice Rohrwacher – Divulgação

Em 2014, Alice voltou a Cannes com “As Maravilhas”, dessa vez na competição oficial. O longa conta a história de Gelsomina (vivida pela atriz Maria Alexandra Lungu que, na trama, tem o mesmo nome da heroína de “A Estrada”, de Federico Fellini). Ela é uma jovem que também vive no campo, mas sonha em ser famosa. A produção conta com Monica Bellucci e Alba Rohrwacher no elenco e levou o Grande Prêmio do Júri em Cannes.

Em 2019, a cineasta levou ao Festival de Veneza o curta “Omelia Contadina”, realizado em parceria com o artista francês JR. Uma proposta experimental de protesto visual ao realizar o velório simbólico da agricultura camponesa.

Na retrospectiva apresentada na 8 ½, o público poderá conferir a maioria da produção de Alice Rohrwacher, entre filmes inéditos, curtas e documentários. Também será disponibilizada uma masterclass gratuita com a diretora.

Programação

Este ano, as sessões dos filmes do festival serão realizadas em dias específicos e ficarão disponíveis por 24h, sempre a partir das 18h. Já os filmes que integram o programa Foco Alice Rohrwacher estarão disponíveis durante todo o evento, até as 9h do dia 28 de junho.

Mais informações em festadocinemaitaliano.com.br.

QUINTA-FEIRA (17)

– As Irmãs Macaluso (de Emma Dante)

– 5 é o Número Perfeito (de Igor “Igort” Tuveri)

SEXTA-FEIRA (18)

– Fábulas Sombrias (de Damiano D’Innocenzo, Fabio D’Innocenzo)

– Bangla (de Phaim Bhuiyan)

SÁBADO (19)

– Volare (de Gabriele Salvatores)

– Troca Tudo! (de Guido Chiesa)

DOMINGO (20)

– Rômulo & Remo: O Primeiro Rei (de Matteo Rovere)

– Irmãos à Italiana (de Claudio Noce)

SEGUNDA-FEIRA (21)

– Era uma Vez a Máfia (de Franco Maresco)

– As Irmãs Macaluso (de Emma Dante)

TERÇA-FEIRA (22)

– A Vida Solitária de Antonio Ligabue (de Giorgio Diritti)

– 5 é o Número Perfeito (de Igor “Igort” Tuveri)

QUARTA-FEIRA (23)

– Rômulo & Remo: O Primeiro Rei (de Matteo Rovere)

– Troca Tudo! (de Guido Chiesa)

QUINTA-FEIRA (24)

– Os Predadores (de Pietro Castellitto)

– Era uma Vez a Máfia (de Franco Maresco)

SEXTA-FEIRA (25) 

– A Vida Solitária de Antonio Ligabue (de Giorgio Diritti)

– Volare (de Gabriele Salvatores)

SÁBADO (26)

– Bangla (de Phaim Bhuiyan)

– Irmãos à Italiana (de Claudio Noce)

DOMINGO (27)

– Os Predadores (de Pietro Castellitto)

– Fábulas Sombrias (de Damiano D’Innocenzo, Fabio D’Innocenzo)

FOCO ALICE ROHRWACHER

– As Maravilhas

– Corpo Celeste

– Omelia Contadina

– Una Canzone (9×10 Novanta)

Com informações da assessoria de imprensa do festival.