Dica de filme: “A Febre”

"A Febre" (2019), de Maya Da-Rin - Divulgação
"A Febre" (2019), de Maya Da-Rin - Divulgação

Brasil, França, Alemanha | 2019 | 98 min

Dirigido por Maya Da-Rin, “A Febre” é o primeiro longa de ficção da cineasta e artista visual. O filme teve sua estreia mundial na competição do Festival de Locarno, onde ganhou o Leopardo de Ouro de Melhor Ator para Regis Myrupu, além do prêmio da crítica Fipresci e do prêmio especial do júri pela temática ambiental. Passou também por vários outros festivais pelo mundo e, no Brasil, ganhou o prêmio de Melhor Filme no Festival de Brasília. Na história, Justino (Myrupu), um indígena de 45 anos, é vigilante do porto de cargas de Manaus. Viúvo, ele mora com a filha, Vanessa (Rosa Peixoto), que trabalha como enfermeira e se prepara para estudar medicina em uma universidade pública de Brasília. Tudo parece rotineiro, mas Justino é tomado por uma febre misteriosa que vai gradualmente afetando seus dias e pensamentos. O filme passa longe de estereótipos e retrata uma realidade indígena contemporânea de maneira original, que vai no cerne de questões territoriais e existenciais de sujeitos indígenas no mundo dos brancos. A vida de Justino e de seus parentes é atravessada pelo entre-lugar, a falta de pertencimento. Forçado a se distanciar de práticas e valores de seu povo, ele se vê doente. Embora a doença esteja mesmo é nessa sociedade predatória.

Onde ver “A Febre”: Netflix | Mais info: IMDb

 

Receba dicas de filmes como esta toda semana no seu e-mail!
Junte-se ao Cineclube Cinematório. Você apoia o site e tem acesso à Seleção Oficial, nossa newsletter de dicas de streaming.

Cineclube Cinematório

%d blogueiros gostam disto: