"Céu de Agosto" (2021), de Jasmin Tenucci - Divulgação
"Céu de Agosto" (2021), de Jasmin Tenucci - Divulgação

13ª edição do festival Femina exibe 50 filmes dirigidos por mulheres

A 13ª edição do Femina – Festival Internacional de Cinema Feminino acontece de 2 a 9 de maio. Com programação totalmente online e com acesso gratuito, o evento vai exibir um total de 50 filmes, sendo 26 produções brasileiras e 24 internacionais. Todas as obras selecionadas são dirigidas por mulheres, sejam elas cisgênero, transgênero ou não binárias.

Na abertura do festival será exibida a estreia do longa-metragem “Paisagens de Resistência”, uma coprodução entre França, Sérvia e Alemanha, dirigida por Marta Popivoda. É um filme que traça uma jornada pelas memórias da lutadora antifascista Sonja, uma das primeiras guerrilheiras da Iugoslávia, que também esteve entre os líderes do movimento de resistência em Auschwitz. Por se tratar de um filme inédito no Brasil, ele ficará em exibição por apenas 48 horas.

Na competição nacional estão títulos que se destacaram no circuito de festivais em 2020 e 2021, incluindo “Carro Rei”, de Renata Pinheiro, “Céu de Agosto”, de Jasmin Tenucci, “Kevin”, de Joana Oliveira e “República”, de Grace Passô.

“Tentamos trazer para o nosso público os melhores filmes dirigidos por mulheres dos últimos dois anos”, afirma Paula Alves, idealizadora do festival. “Como sempre, levamos em consideração, além, é claro, da qualidade artística e técnica, a representatividade regional, a diversidade de gêneros cinematográficos e as temáticas femininas.”

Além das competições de filmes brasileiros e internacionais, a programação do festival Femina apresenta sessões especiais e uma homenagem à cineasta Tata Amaral, com a exibição do filme “Hoje”, escolhido pela própria diretora para representar sua obra. Ela participa de um bate-papo que poderá ser visto pelo público junto com o longa.

Outro destaque da programação é o Seminário Femina, que promove debates sobre questões de gênero, sexualidades, corpos, direitos humanos e representações relacionadas ao audiovisual, entre outros temas. Diretoras, produtoras, pesquisadoras, professoras e outros convidadas participam dos encontros.

Para acompanhar o seminário é necessário fazer inscrição no site do festival: feminafest.com.br. Já os filmes são exibidos pela plataforma Innsaei.TV.

Com informações da assessoria de imprensa do festival.

%d blogueiros gostam disto: