"Medo" (Fear, 2020), de Ivaylo Hristov - Divulgação
"Medo" (Fear, 2020), de Ivaylo Hristov - Divulgação

Filmicca: os filmes que estreiam em julho

Entre os filmes que estreiam na Filmicca em julho, um dos destaques é “Medo”, de Ivaylo Hristov, representante da Bulgária no Oscar deste ano. O longa é uma comédia social que conta a história de uma professora que encontra um refugiado africano e decide ajudá-lo, o que desperta a ira da sua comunidade tradicional e cria uma revolta entre os moradores. O filme anterior do diretor, “Perdedores”, também poderá ser visto na plataforma. Lançado em 2016, o longa é um conto de amadurecimento cativante sobre quatro amigos que estão no ensino médio.

A programação da Filmicca em julho traz ainda o aclamado documentário “Filhos do Futuro”, de Franz Böhm, que aborda os protestos de três jovens de diferentes países por justiça social, democrática e climática.

A Filmicca também adiciona ao catálogo neste mês a coprodução entre Portugal e Japão, “Amantes na Fronteira”, dirigida por Atsushi Funahashi e exibida na Mostra de São Paulo. Destaque ainda para lançamento inédito de “Videophobia”, elogiado filme de horror japonês de Daisuke Miyazaki.



"Videophobia" (2020), de Daisuke Miyazaki - Divulgação
“Videophobia” (2020), de Daisuke Miyazaki – Divulgação

Entre os clássicos, a Filmicca apresenta a versão restaurada de “Gritos e Sussurros”, uma das obras-primas de Ingmar Bergman. Tem ainda novos curtas restaurados da diretora islandesa Nietzchka Keene: “Still”, “Hinterland” e “Aves”.

Confira o calendário com os filmes que estreiam em julho na Filmicca:

08 de Julho | Sexta-feira

FILHOS DO FUTURO

um filme de Franz Böhm
Alemanha/Austria/Reino Unido | 2021 | Documentário | 89 min | 12 anos

Com os protestos globais em ascensão, “Filhos do Futuro” é um filme sobre a nova geração no centro dessa mudança política sísmica. Rayen protesta por justiça social no Chile, Pepper luta pela democracia em Hong Kong e Hilda luta contra as consequências devastadoras das mudanças climáticas em Uganda. Enfrentando probabilidades quase impossíveis e lutando com o impacto impressionante de seu ativismo em suas vidas pessoais, qual a razão dessas três jovens seguirem lutando? Um filme sobre a próxima geração, feito pela próxima geração.

09 de Julho | Sábado

CURTAS DE NIETZCHKA KEENE

STILL
Estados Unidos | 1978 | Experimental | 4 min. | 12 anos

Uma obra inusitada e evocativa sobre uma mulher em uma banheira que depois olha atentamente seu próprio reflexo no espelho.

HINTERLAND
Com Caitlin Davies, David Michael Sterling e Lila Waters
Estados Unidos | 1981 | Drama | 24 min. | 12 anos

O cotidiano de uma mulher que vive no interior enquanto trabalha em uma fazenda ao ar livre e interage com aqueles ao seu redor na paisagem árida que consome esses personagens a cada momento.

AVES
Estados Unidos | 1998 | Animação | 6 min. | 12 anos

Uma animação em stop-motion de pássaros ilumina o êxtase espiritual e o terror de uma freira nesta obra ao som da música da mística cristã Hildegard von Bingen.

15 de Julho | Sexta-feira

GRITOS E SUSSURROS

um filme de Ingmar Bergman
com Harriet Andersson, Kari Sylwan, Ingrid Thulin e Liv Ullmann
Viskningar och rop | Suécie | 1972 | Drama | 91 min | 14 anos

Numa casa de campo, Agnes recebe, à beira da morte, os cuidados de suas duas irmãs e de uma dedicada empregada da família. Neste ambiente claustrofóbico, acompanhamos as imaginações, lembranças e frustrações destas quatro mulheres. Um filme intenso que é uma das obras mais marcantes de Ingmar Bergman, “Gritos e Sussurros” ganhou o Oscar pela extraordinária fotografia colorida de Sven Nykvist e é uma representação poderosa do comportamento humano diante da morte, posicionado nos limites entre a realidade e pesadelo, tranquilidade e terror. Versão restaurada.

16 de Julho | Sábado

AMANTES NA FRONTEIRA

um filme de Atsushi Funahashi
com Yûta Nakano, Ana Moreira e António Durães
Lovers on Borders | Japão/Portugal | 2017 | Drama/Romance | 138 min | 14 anos

Duas histórias de vingança em épocas e países diferentes, exploram a condição humana ao encontrar tragédias e déjà-vus semelhantes. Koshiro, um nipo-brasileiro, e sua esposa Marina trabalham em uma fábrica de automóveis no Japão, no século 21. Em Portugal, Gaspar, um aristocrata português, retorna da Ásia com dois escravos japoneses no século 19. A faxineira Mariana se apaixona por um dos escravos, despertando a raiva de Gaspar. Entre os tempos, as histórias estão conectadas.

22 de Julho | Sexta-feira

VIDEOPHOBIA

um filme de Daisuke Miyazaki
com Sumire Ashina, Tomona Hirota, Shugo Oshinari e Masahiro Umeda
Japão | 2020 | Terror/Drama | 89 min | 18 anos

Uma jovem descobre que um vídeo íntimo, feito sem seu consentimento, está circulando online. A paranoia toma conta, junto com um sentimento de injustiça. Seu terror repentino do vídeo desencadeia uma espiral descendente onde ela perde todos os aspectos sociais. Filmado em magnífico preto e branco, que lembra Chris Marker, Miyazaki aborda o abuso sexual na internet, dissecando com força os efeitos extremamente traumáticos de um crime que fratura a realidade em uma sociedade sob vigilância constante.

23 de Julho | Sábado

PERDEDORES

um filme de Ivaylo Hristov
com Elena Telbis, Ovanes Torosyan, Deyan Donkov, Georgi Gotsin, e Plamen Dimov
Karatsi | Búlgaria | 2015 | Drama/Comédia | 97 min | 14 anos

Um conto de amadurecimento cativante e bem-humorado sobre quatro amigos do ensino médio que acreditam que são “perdedores”. Suas vidas provincianas tranquilas são abaladas quando uma famosa banda de rock chega à cidade dando origem a novos desafios que colocarão sua amizade à prova. Representante da Bulgária no Oscar 2016.

29 de Julho | Sexta-feira

MEDO

um filme de Ivaylo Hristov
com Svetlana Yancheva, Michael Fleming, Ivan Savov, Stoyan Bochev e Krassimir Dokov
Strah | Búlgaria | 2020 | Drama/Comédia | 100 min | 14 anos

Svetla é uma viúva que, recentemente, perdeu o emprego como professora. A vila onde mora fica próxima à fronteira da Bulgária com a Turquia e, frequentemente, refugiados aparecem por ali. Um dia, enquanto caçava em uma floresta, ela encontra um refugiado africano, Bamba, que está tentando chegar à Alemanha. Relutante, ela lhe oferece hospitalidade, mas dia após dia, um vínculo se desenvolve à medida que Bamba aprende a língua e participa de sua vida cotidiana. Svetla fará escolhas que vão contra sua comunidade tradicional, criando uma revolta entre os moradores. Situações absurdas, cômicas e trágicas acontecem quando ela quebra as barreiras da solidão, da mente fechada e do medo do estranho. Representante da Bulgária no Oscar 2022.

30 de Julho | Sábado

THE FISH WITH ONE SLEEVE

um filme de Tsuyoshi Shôji
com Yuu Ishizuka, Rika Hirohata, Tomoka Igari e Taijirô Tamura
Japão | 2021 | Drama | 34 min | 12 anos

A história de uma mulher trans que dá o primeiro passo gentilmente, mas com firmeza. Hikari Shintani, uma mulher trans, trabalha em uma empresa de peixes ornamentais e mora sozinha em Tóquio. Embora ocasionalmente sinta uma distância indescritível entre ela e os outros, ela gosta da companhia de suas amigas e colegas de trabalho. Um dia, Hikari retorna à sua cidade natal para uma viagem de negócios. Para revelar seu verdadeiro eu como uma mulher, ela reúne coragem e manda uma mensagem para seu antigo colega de classe Takashi, um amor não correspondido do ensino médio.

Com informações da assessoria de imprensa da Filmicca.

%d blogueiros gostam disto: