Melhores e Piores de 2004 – Versão Estendida

Menção Especial ao Filme Mais Doido! Foda! Do Caralho! e Adjetivos Derivados Visto em 2004:

“Donnie Darko”, de Richard Kelly

Melhores Filmes do Ano
* que estrearam nos cinemas brasileiros durante 2004



1º. “Brilho Eterno de uma Mente Sem Lembranças”, de Michel Gondry
2º. “Kill Bill: Volume 1 e 2”, de Quentin Tarantino
3º. “Os Incríveis”, de Brad Bird
4º. “Terra de Sonhos”, de Jim Sheridan
5º. “Fahrenheit 11 de Setembro”, de Michael Moore
6º. “Encontros e Desencontros”, de Sofia Coppola
7º. “Anti-Herói Americano”, de Robert Pucini e Shari Springer Berman
8º. “Diários de Motocicleta”, de Walter Salles
9º. “Contra Todos”, de Roberto Moreira
10º. “Peixe Grande e Suas Histórias Maravilhosas”, de Tim Burton
11º. “Shrek 2”, de Andrew Adamson, Kelly Asbury e Conrad Vernon
12º. “Os Sonhadores”, de Bernardo Bertolucci
13º. “Capitão Sky e o Mundo de Amanhã”, de Kerry Conran
14º. “Homem-Aranha 2”, de Sam Raimi
15º. “Edukators”, de Hans Weingartner
16º. “As Bicicletas de Belleville”, de Sylvain Chomet
17º. “Má Educação”, de Pedro Almodóvar
18º. “Nina”, de Heitor Dhalia
19º. “Antes do Pôr-do-Sol”, de Richard Linklater
20º. “Garotas do ABC”, de Carlos Reichenbach

Menções Honrosas
* listadas por ordem alfabética

“Colateral”, de Michael Mann; “Doze Homens e Outro Segredo”, de Steven Soderbergh; “Escola de Rock”, de Richard Linklater; “Elefante”, de Gus Van Sant; “Eu, Robô”, de Alex Proyas; “Geração Roubada”, de Phillip Noyce; “O Prisioneiro da Grade de Ferro”, de Paulo Sacramento; “O Retorno”, de Andrei Zvyagintsev; “A Vila”; de M. Night Shyamalan

Outros filmes que valeram a pena:
* listados por ordem alfabética

“21 Gramas”, de Alejandro Gonzaléz Iñárritu; “O Abraço Partido”, de Daniel Burman; “Adeus, Lenin!”, de Wolfgang Becker; “O Agente da Estação”, de Thomas McCarthy; “Albergue Espanhol”, de Cédric Klapisch; “Alfie – O Sedutor”, de Charles Shyer; “O Âncora: A Lenda de Ron Burgundy”, de Adam McKay; “Aos Treze”, de Catherine Hardwicke; “Celular – Um Grito de Socorro”, de David R. Ellis; “Como Se Fosse a Primeira Vez”, de Peter Segal; “De-Lovely – Vida e Amores de Cole Porter”, de Irwin Winkler; “Diário de uma Paixão”, de Nick Cassavetes; “Dogville”, de Lars Von Trier; “A Dona da História”, de Daniel Filho; “O Efeito Borboleta”, de Eric Bress e J. Mackye Gruber; “Encantadora de Baleias”, de Niki Caro; “Meninas Malvadas”, de Mark Waters; “Mestre dos Mares”, de Peter Weir; “Papai Noel às Avessas”, de Terry Zwigoff; “Peter Pan”, de P.J. Hogan; “A Supremacia Bourne”, de Paul Greengrass; “O Terminal”, de Steven Spielberg; “Tróia”, de Wolfgang Petersen; “Whisky”, de Juan Pablo Rebella e Pablo Stoll

Melhores Filmes Vistos Ainda Não Lançados Comercialmente no Brasil

1º. “Oldboy”, de Chan-wook Park
2º. “Hora de Voltar”, de Zack Braff
3º. “Napoleon Dynamite”, de Jared Hess
4º. “Better Luck Tomorrow”, de Justin Lin
5º. “Herói”, de Zhang Yimou
6º. “The Lost Skeleton of Cadavra”, de Larry Blamire
7º. “Casa dos Bebês”, de John Sayles
8º. “Infernal Affairs”, de Wai Keung Lau e Siu Fai Mak
9º. “A Casa das Adagas Voadoras”, de Zhang Yimou
10º. “Chaos”, de Hideo Nakata
11º. “Baadasssss!”, de Mario Van Peebles

Piores Filmes do Ano

1º. “Um Príncipe em Minha Vida”, de Martha Coolidge
2º. “Van Helsing”, de Stephen Sommers
3º. “Mulher-Gato”, de Pitof
4º. “As Branquelas”, de Keenen Ivory Wayans
5º. “O Gato”, de Bo Welch
6º. “Na Companhia do Medo”, de Mathieu Kassovitz
7º. “Garfield – O Filme”, de Peter Hewitt
8º. “Olhos Famintos 2”, de Victor Salva
9º. “Olga”, de Jayme Monjardim
10º. “O Vestido”, de Paulo Thiago
11º. “Sobrevivendo ao Natal”, de Mike Mitchell
12º. “Sexo, Amor e Traição”, de Jorge Fernando
13º. “Roubando Vidas”, de D.J. Caruso
14º. “Fúria em Duas Rodas”, de Joseph Kahn
15º. “Pânico na Floresta”, de Rob Schmidt
16º. “O Sorriso de Mona Lisa”, de Mike Newell
17º. “Grande Menina, Pequena Mulher”, de Boaz Yakin
18º. “A Batalha de Riddick”, de David Twohy
19º. “O Golpe”, de George Armitage
20º. “Meu Vizinho Mafioso 2”, de Howard Deutch
21º. “Doze É Demais”, de Shawn Levy
22º. “Revelações”, de Robert Benton
23º. “Rei Arthur”, de Antoine Fuqua
24º. “Anaconda 2: A Caçada Pela Orquídea Sangrenta”, de Dwight Little
25º. “Irmãos de Fé”, de Moacyr Góes

%d blogueiros gostam disto: