Globo de Ouro: os indicados

Heath Ledger, que ganhou prêmios recentemente por “Batman – O Cavaleiro das Trevas” (um na Austrália e outro da associação de críticos de Los Angeles), tem nova chance de ganhar mais um troféu póstumo no Globo de Ouro. Acredito que ele também será indicado ao Oscar, mas daí a vencer eu já não sei. Afinal, pelo visto existem, sim, fortes concorrentes: Philip Seymour Hoffman, por “Doubt”, e Robert Downey Jr., por “Trovão Tropical” – isso no Globo de Ouro e, provavelmente, na Academia também, que tem cotados ainda Josh Brolin, por “Milk”, e Michael Sheen, por “Frost/Nixon”. Vamos ver. Mas confesso que torço por Ledger.

“Última Parada 174” ficou de fora, o que deve ter deixado Bruno Barreto cabreiro. Afinal, ele deve estar contando só com as indicações mesmo, porque achar que vai ganhar é dar tiro no ar. No Globo, os mais fortes, eu suponho, são “Gomorra” e “Waltz With Bashir” – que acabou ficando de fora da categoria Melhor Animação e deixou o caminho livre para “WALL•E” pegar o troféu.

Como sempre, entre os indicados a Melhor Filme, fica difícil apostar aqui no Brasil sem ser no chutômetro, já que a maioria dos filmes ainda não estreou (aliás, só os críticos que trabalham nos EUA ou foram aos principais festivais do mundo tem o conforto imediato de poder analisar os méritos ou deméritos dessas nomeações). De toda forma, temos aí escolhas óbvias na categoria Drama: “Benjamin Button”, “Revolutionary Road”, “Slumdog Millionaire”, “The Reader” e “Frost/Nixon”. Já na categoria Comédia/Musical, aparecem “Vicky Cristina Barcelona” e “Happy-Go-Lucky” intimidando os demais – entre eles, inexplicavelmente, “Mamma Mia!”. Entendo o gosto de muitos pelo filme, mas daí a considerá-lo um dos melhores do ano é de lascar.



Ah, e a Meryl Streep com duas indicações já virou piada velha. Minha torcida fervorosa vai para Rebecca Hall, por “Vicky”, e Kate Winslet, por “Revolutionary Road”. Entre os machos, sem preferência, mas seria legal ver Javier Barden e Mickey Rourke ganharem.

Direção: pode ganhar qualquer um menos Ron Howard. Trilha Sonora: tanto faz, já que não indicaram “Batman – O Cavaleiro das Trevas” ou “WALL•E”.

Para ver todas as indicações, clique aqui.

%d blogueiros gostam disto: