Trailers da semana: Tintin, 3D e bichos falantes


Jim Carrey com data de validade vencida em cena do trailer de “Mr. Popper’s Penguins”, comédia que vai se chamar “Os Pinguins do Papai” no Brasil.

AS AVENTURAS DE TINTIN

A versão cinematográfica de Tintin tem muitos motivos para chamar a atenção. Steven Spielberg. Peter Jackson. A promessa de ser um verdadeiro evento 3D. E o próprio Tintin, ora bolas! Qual impressiona mais? Difícil dizer. Então a ideia é destacar tudo.
O trailer deixa muito claro o envolvimento de Spielberg e Peter Jackson. Também dá a impressão que será uma aventura para toda a família. Mas não aquele tipo de “filme para toda a família” que só é chamado assim por não ter palavrões, cenas de sexo ou violência gráfica. Mostra se tratar de um estilo de aventura atemporal, coisa que Jackson e Spielberg são mestres. Só isso já atrai um bocado de gente. Mas ainda há uma surpresinha para quem realmente assistiu à animação: Tintin aparece por um breve momento. Daí fãs poderão falar se ficou legal ou não, o que gera discussão e sempre é bom.
A única coisa que me preocupou foi o 3D. Até mais da metade do trailer, não estava convencido de que a tecnologia era realmente necessária e, de certa forma, os personagens limpinhos demais estavam me incomodando. Porém, depois da cena do mar invadindo a areia, fui quase totalmente seduzido. A prévia talvez poderia empolgar mais. Mas se trata de um teaser, um aperitivo. E muito bem feito: em um minuto foram dadas todas as informações essenciais.



LANTERNA VERDE – Trailer 3D

Antes de assistir à prévia, é preciso salientar que lançar um trailer 3D na internet é um típico caso de publicidade caça-níquel sem conteúdo. Afinal, ninguém vai conseguir aproveitar a experiência tridimensional do filme pela tela do computador. Será que os produtores ainda acham que o rótulo 3D é a chamada definitiva para o lucro?  Ninguém aprendeu nada com “Mars Needs Moms” (um dos maiores fracassos da Disney, orçado em US$ 150 milhões, tendo arrecadado apenas US$ 36 milhões e causa de um movimento de pais que não aguentam mais pagar caro em ingresso 3D para ver filme ruim). Dito isto, vamos ao trailer:

O esforço para deixar claro que o 3D de “Lanterna Verde” vale a pena é tocante. O super-herói aqui é mero detalhe. O negócio é mostrar o máximo de uma nova Pandora, um mundo surreal, produzido totalmente por efeitos especiais, como estilo próprio. Mas, o assunto do parágrafo anterior sempre retorna: quando vai chegar a hora dos produtores perceberem que 3D não é tudo?
TRANFORMERS 3 – Trailer 3D

Todo a introdução que escrevi sobre o trailer de “Lanterna Verde”cabe aqui também.

A prévia 3D de “Transformers 3” funciona melhor que a de “Lanterna Verde” justamente por não fazer um esforço tão óbvio para provar a qualidade de sua tecnologia. A de “Lanterna Verde” praticamente mudou todo o conceito dos trailers anteriores apenas para mostrar seu 3D. A de “Transformers” continuou na mesma linha dos outros. E um vídeo 3D que tem espaço para Frances McDormand sempre ganha pontos. 
É bacana notar como os trailers de “Transformers” trabalham com um tipo de tensão bem “spielberguiana”, o medo do desconhecido, a surpresa da descoberta. Enfim, essa turma de “Transformers” é mestre em produzir expectativa. Ainda bem que já sou vacinado.
MR. POPPERS PENGUINS

Só um comentário um pouco fora de contexto: sempre tenho a impressão de que quando um ator aceita fazer um filme com bichinhos engraçadinhos em CGI é porque a carreira não vai lá muito bem.
Voltando à programação normal. Quase todo trailer de filmes com bichos é sempre muito bem feito. Os animais são normalmente simpáticos e bonitinhos, o que ajuda a segurar uma prévia de dois minutos. Mas, como já disse no texto sobre “Rio”, isso não é o suficiente para carregar um filme.  O trailer de “Mr. Poppers Penguins” consegue ser ruim já nesta fase. Isso porque já assume uma história pobre e focaliza apenas nas caretas de Jim Carrey. E, convenhamos, já foi o tempo que as expressões faciais de Carrey são sinônimo de diferencial.

GOOD NEIGHBORS


Primeiro, foco para a péssima narração. Já estava prevendo um “hoje, logo após o Zorra Total, em Supercine”. Mas a culpa não é só da locução. O trailer é um grande esforço para nos fazer pensar que “Good Neighbors” é um thriller padrão.

A premissa não é das piores: três vizinhos de apartamento se aproximam, atraídos por suas aflições referentes à violência. Mas, mal sabem eles, o perigo está dentro do prédio.
Tem tudo para virar um suspense bocó e o trailer dá a entender que este foi o lado escolhido. E, pior, todo mundo já sabe que o personagem de Scott Speedman será o grande vilão ou será o injustiçado que todo mundo vai pensar ser o vilão.
O grande problema de prévias que entregam um suspense padrão é que, no fim das contas, todo mundo sabe o que acontece. E será que alguém vai querer gastar 14 reais com isso?


O ZELADOR ANIMAL


O zelador bonachão e simpático de um zoológico ama seu trabalho. Sua namorada loira e patricinha acha o emprego ridículo e diz que só casará se ele pedir demissão. O zelador resolve atender o pedido da futura esposa. Mas seus amigos acham que ele está prestes a cometer o maior erro da sua vida se abandonar a profissão que ama, e decidem ajudar o zelador a conquistá-la sem ter que sacrificar o emprego. Nesse meio tempo, há uma colega de trabalho bonita, simples e simpática que se importa com ele. Já sabemos que, no fim das contas, ele continuará a trabalhar no zoológico, mostrará que não precisa da namorada loira e patricinha e vai ficar com a bonita, simples e simpática. OK, por que você veria este filme, já que conhece toda a história? A resposta está no trailer:

Os produtores de “O Zelador Animal” esperam que você o assista porque os amigos intrometidos do zelador são os próprios bichos do zoológico.  Apenas isso. Afinal, o trailer não é lá muito engraçado e só explora piadas antigas, recontadas milhares de vezes. E, sim, a grande atração é um leão com a voz do Stallone. É o suficiente? Acho que não.

%d blogueiros gostam disto: