Júri de Tiradentes, Turma da Mônica no cinema e na TV, Novo Cinema Alemão, Antonioni em cartaz, Jorge Furtado em Recife, De Palma em Porto Alegre

© 2016 CINEMATÓRIO

Júri da 20ª Mostra de Cinema de Tiradentes

Foto: Marcus Moura
Foto: Marcus Moura

A 20ª Mostra de Cinema de Tiradentes acontecerá entre os dias 20 a 28 de janeiro de 2017 e nesta semana foi anunciada a seleção dos integrantes do Júri Jovem, que vão escolher o melhor longa da recém-criada Mostra Olhos Livres, e também do Júri da Crítica, formado por cinco profissionais do pensamento acadêmico e crítico cinematográfico que escolherão o melhor longa da Mostra Aurora (de diretores em início de carreira) e melhor curta da Mostra Foco.

O Júri da Crítica será composto por Anita Leandro (RJ), Heitor Augusto (SP), Ivonete Pinto (RS), Luiz Joaquim (PE) e Vitor Guimarães (MG).  O Júri Jovem será formado por cinco estudantes universitários que foram selecionados a partir da participação da oficina “Análise de Estilos Cinematográficos”, durante a 10ª Mostra CineBH, que aconteceu em outubro, na capital mineira. São eles: André Di Franco, João Campos, Mariana Machado, Rodrigo Sá e Thaylane Cristina.

A programação da mostra ainda não foi divulgada, mas outras informações podem ser acessadas no site oficial que já está no ar.

Retrospectiva do Cinema Brasileiro de 2016

"Boi Neon"
“Boi Neon”

O CineSesc, em São Paulo, realiza a 17ª Retrospectiva do Cinema Brasileiro durante todo o mês de dezembro. Nesta edição, com a curadoria das jornalistas e críticas de cinema Maria do Rosário Caetano e Neusa Barbosa, foram selecionados 57 dramas, comédias, suspenses e documentários entre os filmes lançados no período de novembro de 2015 a outubro de 2016.

Também serão exibidas três versões restauradas do documentário “Imagens do Inconsciente”, realizado entre 1983 e 1986 por Leon Hirszman no Centro Psiquiátrico Pedro II (Rio de Janeiro) e coordenado pela psicanalista Nise da Silveira. O filme é dividido em três episódios que contam a história de três internos do hospital: “Fernando Diniz – Em busca do espaço cotidiano”; “Adelina Gomes – No reino das mães”; e “Carlos Pertuis – A barca do sol”. Essas versões restauradas são inéditas em São Paulo.

Serviço
17ª Retrospectiva do Cinema Brasileiro
De 01 a 30 de dezembro de 2016
CineSesc: Rua Augusta, 2075 – Cerqueira César, São Paulo/SP
Entrada R$12 (inteira) e R$6 (meia)
Programação e mais informações aqui.

Cinema Brasileiro no Sundance Channel

"O Samba que Mora em Mim"
“O Samba que Mora em Mim”

E por falar em cinema brasileiro, na programação de dezembro do Sundance Channel (canal de filmes independentes disponível na América do Norte, Europa, Ásia, América Latina, Norte da África e Oriente Médio) tem uma obra de ficção e dois documentários nacionais. “Curitiba Zero Grau”, de Eloi Pires Ferreira, estrelado por Jackson Antunes, estreou no dia 6, terça-feira. O filme é o vencedor de 2011 da CINESUL – Festival Latino-Americano de Cinema e Vídeo, e conta a história de um motoboy, um motorista de ônibus, um catador de papeis e um vendedor de automóveis que se cruzam na capital paranaense numa noite gelada.

O documentário “O Samba que Mora em Mim”, de Georgia Guerra Peixe, acompanha os preparativos para o desfile da Mangueira no carnaval do Rio de Janeiro e será exibido no dia 12, segunda-feira, às 19h40. Em 2010, ele foi premiado na 34ª Mostra de Cinema de São Paulo. “Aterro”, de Marcelo Reis, retrata a vida de mulheres que foram percursoras na reciclagem de lixo no país nos anos 1960. O filme foi premiado no Third World Independent Film Festival de 2011 e chega às telinhas no dia 16, sexta-feira, às19h30.

Novidades em Video on Demand

"Lembranças de Um Amor Eterno"
“Lembranças de Um Amor Eterno”

Giuseppe Tornatore e Stephen Frears são diretores conhecidos por trabalhos premiados em festivais mundo afora e com indicações ao Oscar. Este mês, seus mais recentes trabalhos foram lançados nas plataformas NOW, iTunes e Google Play.

“O Programa”, de Stephen Frears, é uma cinebiografia do ciclista americano Lance Armstrong, que no auge da carreira foi descoberto num esquema de doping. E “Lembranças de um Amor Eterno”, de Tornatore,  conta a história de  Amy (Olga Kurylenko), que se envolve com o professor de astrofísica Edward (Jeremy Irons). Depois de meses num relacionamento à distância, ela descobre que ele está morto, mas ainda recebe mensagens do mesmo e, a partir daí, ela começa uma busca pela verdade. Cada um dos filmes é vendido nas plataformas pelo valor de R$11,90.

A outra novidade é que mais de 80 filmes independentes lançados em 2016 estão disponíveis para compra digital a preço especial desde 1º de dezembro até 8 de janeiro de 2017 no Apple TV, no iTunes através de iPhones e iPads, ou ainda em computadores Mac ou PC. O valor de cada um desses filmes, que não estão no Netflix, é de US$ 1,99 e US$ 2,99. Ao adquiri-los, o comprador pode assisti-los quando quiser e quantas vezes quiser, já que eles ficam armazenados na nuvem, ou seja, em sua conta do iCloud, e podem ser baixados a qualquer momento.

Novidades da Maurício de Sousa Produções

Foto: Daniel Deak

Mauricio de Sousa e Mônica Sousa aproveitaram o maior evento de cultura pop do país, a CCXP 2016 – Comic Con Experience, em São Paulo, para anunciar os lançamentos da animação “Limoeiro” e “Turma da Mônica Jovem – O Filme” e também novidades sobre o longa “Turma da Mônica – Laços”.

A nova série “Limoeiro” leva o nome do bairro que sempre foi palco das aventuras da Turminha e estreará em 2018 no Cartoon Network. Os personagens que já são conhecidos do público aparecerão em versões um pouco mais enérgicas e atualizadas, embora baseadas no traço clássico de Mauricio.  Ficou curioso? Dê só uma olhada nessa prévia:

“Turma da Mônica Jovem – O Filme”, parceria com a Bossa Nova Films, também chegará em 2018. Os quadrinhos serão adaptados para um filme live-action, que teve sua primeira personagem caracterizada, a Ramona, apresentada ao público através de um canal do YouTube (no filme, Ramona é uma youtuber) que está funcionando como teaser do filme (abaixo). Segundo o diretor Christiano Metri, o canal apresentará os outros personagens também. A intérprete de Ramona é Amanda Torre, de 13 anos.

No final do painel na CCXP, os fãs da Turma puderam conhecer também o primeiro personagem do filme “Turma da Mônica – Laços”, live-action com direção do cineasta Daniel Rezende e baseado nos quadrinhos de Vitor e Lu Caffagi. O Floquinho (abaixo), em carne, osso e pêlos subiu ao palco e foi ovacionado pelo público. No decorrer da produção do longa, o cão-ator vai interagir com os fãs, pelo Facebook e Instagram. E para fechar, foi anunciada a abertura da seleção de atores que interpretarão os demais personagens. A escolha do elenco acontecerá no início de 2017.

Floquinho no Painel CCXP 2016
Floquinho no Painel CCXP 2016

Cinema e Adolescência

"Bling Ring"
“Bling Ring”

Começou na quarta-feira, dia 7, no CCBB de Brasília, a mostra Adolescência e Desejo com curadoria da psicanalista Giovanna Quaglia. O evento traz 22 filmes que abordam a construção contemporânea da adolescência e sua interface com desejo, sexualidade, amor e morte.

A programação também oferece quatro debates com a presença de um psicanalista, um artista ou protagonista juvenil e um moderador, para discussão dos temas: direitos humanos e diversidade sexual; transgressão e cultura; impasses do desejo, descoberta sexual e paixão; e solidão e exílio.

Entre os destaques, estão filmes como “Hoje Eu Quero Voltar Sozinho”, de Daniel Ribeiro, “As Melhores Coisas do Mundo”, de Laís Bodanzky, “Bling Ring: A Gangue de Hollywood” e “As Virgens Suicidas”, de Sofia Coppola, “Lolita”, de Stanley Kubrick, “Trainspotting – Sem Limites”, de Danny Boyle, entre muitos outros ótimos títulos.

Serviço
Adolescência e Desejo
De 7 de dezembro de 2016 a 02 de janeiro de 2017.
CCBB Brasília: SCES Trecho 2, Lote 22 – Asa Sul, Brasília/DF
Entrada gratuita.
Programação e mais informações aqui.

Brincando de ser cineasta

Também na quarta-feira, mas no CCBB de São Paulo, começou a edição itinerante do FIPC – Festival Internacional Pequeno Cineasta, que exibe filmes idealizados e produzidos por crianças e jovens entre 8 e 17 anos de diferentes regiões do Brasil e de outros países.

Criado em 2010, neste ano o FIPC é realizado pela primeira vez em São Paulo (suas edições sempre aconteciam somente na cidade do Rio de Janeiro). Além da mostra de filmes, o evento promove oficinas de cinema para jovens e crianças.

Serviço
Festival Internacional Pequeno Cineasta Itinerante
De 7 a 12 de dezembro de 2016
CCBB São Paulo: R. Álvares Penteado, 112 – Centro, São Paulo/SP
Entrada gratuita.
Programação e mais informações aqui.

Retrospectiva e Master Class de Jorge Furtado em Recife

"Saneamento Básico, O Filme"
“Saneamento Básico, O Filme”

A Caixa Cultural de Recife apresenta de 13 a 18 de dezembro a retrospectiva “Palavra em Movimento – Filmes e Roteiros de Jorge Furtado”, que contempla a exibição de uma série de trabalhos do diretor e roteirista gaúcho, que vão de curtas-metragens e longas consagrados, como “Ilha das Flores” (1989) e “O Homem que Copiava” (2003), a títulos produzidos especialmente para a televisão, desde 1990, muitos dos quais foram veiculados uma única vez.

O evento contará ainda com um debate (dia 17 de dezembro), uma Master Class gratuita (dia 18 de dezembro), na qual Furtado discorrerá sobre o processo de desenvolvimento de suas narrativas, e a distribuição de um catálogo com uma extensa entrevista, que para adquirir basta apresentar ingressos de duas sessões diferentes da mostra, na recepção do espaço.

O foco da mostra, cuja curadoria é assinada pelo diretor e produtor Angelo Defanti, são as obras essencialmente populares do autor, que conquistou extenso sucesso de crítica e público no decorrer de 30 anos de carreira. Entre os destaques da programação, estão curtas raros, como “O dia em que Dorival Encarou a Guarda” (1986) e “Barbosa” (1988), e longas marcantes, ao exemplo de “Meu Tio Matou Um Cara” (2003) e “Saneamento Básico, O filme” (2007).

O Recife será a primeira cidade a receber a mostra após sua estreia no Rio de Janeiro, em 2014, onde mobilizou cerca de 1.200 espectadores ao longo de uma semana de exibições. Imperdível!

Serviço
Palavra em Movimento – Filmes e Roteiros de Jorge Furtado
De 13 a 18 de dezembro de 2016
Caixa Cultural Recife: Av. Alfredo Lisboa, 505 – Recife Antigo, Recife/PE
Entrada: R$2 (inteira) e R$1 (meia)
Programação e mais informações aqui.

Novo Cinema Alemão em mostra no Rio de Janeiro

Hans-Jürgen Syberberg
Hans-Jürgen Syberberg

A mostra audiovisual “Syberberg, Um Filme da Alemanha”, reúne a obra inédita, em digital, do cineasta alemão Hans-Jürgen Syberberg, um dos expoentes do Novo Cinema Alemão. Durante a mostra, que acontece de 13 a 23 de dezembro na Caixa Cultural do Rio de Janeiro, serão apresentados dez filmes do diretor, com destaque para sua obra “Hitler, Um Filme da Alemanha”, concluída em 1977, em que examina a ascensão e a queda do Terceiro Reich. O filme tem mais de sete horas de duração e será exibido em quatro partes, divididas em dois dias

No dia 16, haverá um debate sobre a obra de Syberberg, às 18h. Com mediação do curador, Paulo Ricardo Gonçalves de Almeida, o debate reunirá Lucas Murari, produtor e curador do Risco Cinema, núcleo de debates e exibições de cinema experimental da Escola de Comunicação da Universidade Federal do Rio de Janeiro, e Sérgio Alpendre, crítico de cinema, jornalista, professor e doutorando em Comunicação e Cinema da Universidade Anhembi-Morumbi.

Serviço
Syberberg, Um Filme da Alemanha
De 13 a 23 de dezembro de 2016
Caixa Cultural Rio de Janeiro: Av. Alm. Barroso, 25 – Centro, Rio de Janeiro/RJ
Entrada: R$4 (inteira) e R$2 (meia)
Programação e mais informações aqui.

Ciclo Especial Brian De Palma em Porto Alegre

Foi lançado ontem, dia 8, na Sala P. F. Gastal, em Porto Alegre, o documentário “De Palma”, dirigido por Noah Baumbach e Jake Paltrow. O filme promove uma reflexão sobre a vida de Brian De Palma, um dos cineastas mais talentosos, influentes e iconoclastas de todos os tempos.

Celebrando a estreia, até o dia 18 de dezembro, a sala de cinema também exibe alguns clássicos do diretor, como “Irmãs Diabólicas”, “Trágica Obsessão”, “Vestida Para Matar”, “Dublê de Corpo”, além de três obras lançadas em 1960 que influenciaram De Palma, como “Psicose”, de Alfred Hitchcock, “Os Mil Olhos do Dr. Mabuse”, de Fritz Lang, e “A Tortura do Medo”, de Michael Powell. A programação especial tem projeção digital e entrada franca.

Serviço
Ciclo Especial Brian de Palma
De 06 a 18 de dezembro de 2016
Sala P.F. Gastal: Av. Pres. João Goulart, 551 – Centro, Porto Alegre/RS
Entrada gratuita.
Programação e mais informações aqui.

Dois pra Lá, Dois pra Cá

O casal mais querido do cinema da década de 1930, Ginger Rogers e Fred Astaire, chegou ao Cine Humberto Mauro, em Belo Horizonte, na mostra “Ginger e Fred”, que começa hoje, dia 9 e vai até dia 17 de dezembro. Todos os dez filmes em que a dupla contracena estão na programação.

Em um período de crise econômica instaurado após a quebra da bolsa de Nova York, o cinema norte-americano viu-se estimulado a dedicar sua produção cinematográfica à obras de cunho mais otimista, e o cenário favoreceu a acensão da dupla com o sucesso de grandes musicais estrelados por eles.

No dia 15, na Mostra História Permanente do Cinema, em diálogo com a mostra Ginger & Fred, acontece a exibição de um dos filmes mais famosos de Fred Astaire, “A Roda da Fortuna”, de Vincente Minnelli, com comentários do doutor em Artes/Cinema pela Escola de Belas Artes da UFMG, José Ricardo da Costa Miranda Junior.

Serviço
Ginger e Fred
De 9 a 17 de dezembro de 2016
Cine Humberto Mauro: Av. Afonso Pena, 1537 – Centro, Belo Horizonte/MG
Entrada gratuita.
Programação e mais informações aqui.

Clássico revitalizado

"Blow-Up"
“Blow-Up”

A Zeta Filmes, produtora cultural que se dedica a realização de festivais de cinema, mostras, curadorias e exposições audiovisuais também é responsável pelo Clássica, que leva aos cinemas versões restauradas de filmes clássicos. O filme da vez é “Blow-Up – Depois Daquele Beijo”, de Michelangelo Antonioni, grande vencedor do Festival de Cannes de 1967, que retorna restaurado aos cinemas de 10 cidades brasileiras após 50 anos de sua estreia. Para saber em quais salas e horários o filme está em cartaz, acesse o site ofical da Zeta.

Baseado em um conto do escritor argentino Julio Cortázar, a história do filme gira em torno do envolvimento acidental de Thomas, um fotógrafo de moda na Swinging London, em um caso de assassinato. Primeiro filme de Antonioni falado inteiramente em inglês, Blow-up foi de extrema importância no contexto da contracultura.

Relevante não só por exibir a agitação cultural na qual Londres estava imersa na década de 1960, com participações de alguns de seus ícones, como a modelo Verushka e os Yardbirds, o filme ganhou notoriedade – e controvérsia – também pela quebra de alguns paradigmas do cinema da época, exibindo cenas de nudez frontal, algo até então inédito no cinema britânico voltado ao grande público.

Mostra de George Kuchar em BH

E por falar em quebra de paradigmas, o Cine Sesc Palladium, em Belo Horizonte, estreia hoje a mostra “Tempos de Kuchar”, uma retrospectiva inédita da obra de George Kuchar, cineasta e videoartista nascido em Nova Iorque, em 1942, e falecido em 2011, na Califórnia.

Seus filmes retratam personagens à margem da sociedade e poucas vezes mostrados na indústria cinematográfica dos EUA. Suas temáticas perpassam a estética queer e as principais influências são o melodrama e os cinemas de vanguarda dos anos 1910, 1920 e 1930. No dia 16 haverá sessão comentada por Heron Formiga com os curtas “Hold Me While I’m Naked”, “I, An Actress”, “The Mongreloid” e “Wild Night in El Reno”.

Serviço
Tempos de Kuchar
De 9 a 18 de dezembro de 2016
Cine Sesc Palladium: R. Rio de Janeiro, 1046 – Centro, Belo Horizonte/MG
Entrada gratuita.
Programação e mais informações aqui.

Acervo de Cartazes Cinematográficos

A Fundação Municipal de Cultura de Belo Horizonte, por meio do Museu da Imagem e do Som (MIS-BH), lançou o catálogo “A Cultura Cinematográfica em Cartaz”, publicação que disponibiliza todo o acervo de cartazes e cartazetes da instituição para consulta online, reunindo cerca de 700 cartazes, organizados em ordem alfabética e em um índice cronológico que apresenta as produções desde a década de 20 até os dias atuais.

Os impressos, que integram os diversos fundos e coleções de cartazes e cartazetes do MIS-BH, são provenientes de antigas distribuidoras de filmes, colecionadores, cineastas e pesquisadores. Além das imagens, o catálogo recupera também informações fílmicas e as técnicas utilizadas na criação e na impressão dos cartazes. O catálogo é ainda um desdobramento da exposição homônima que inaugurou o MIS Cine Santa Tereza em abril de 2016, sob curadoria da artista visual e pesquisadora Soraia Nunes Nogueira.

Todos os cartazes podem ser consultados pessoalmente na sede do Museu da Imagem e do Som (Av. Álvares Cabral, 560, Centro), de segunda a sexta feira, das 9h às 18h, mediante agendamento pelo e-mail mis.fmc@pbh.gov.br e o acesso à publicação online pode ser feito aqui. Uma ótima viagem visual, não é mesmo?

Até o próximo Transmissor! Siga também o Cinematório no Instagram e confira uma #DicaCinéfila todo dia!

%d blogueiros gostam disto: