Sessão-debate gratuita do documentário “Lute Como Uma Menina” em BH

O nome do filme já diz a que veio. “Lute Como Uma Menina” (2016), de Beatriz Alonso e Flávio Colombini, retrata a força e resistência das jovens secundaristas durante a luta contra o projeto de reorganização escolar imposto pelo governo de São Paulo, em 2015. A participação feminina no movimento foi essencial e se tornou o recorte deste documentário realizado com a colaboração especial do cinegrafista Caio Castor, dos Jornalistas Livres, e de outros cinegrafistas e fotógrafos que documentaram a luta secundarista e cederam suas imagens.



O filme está disponível no YouTube, a exemplo de outro documentário sobre as escolas ocupadas em São Paulo,  “Acabou a Paz, Isto Aqui Vai Virar o Chile” (2016), de Carlos Pronzato, mas as exibições seguidas de debate continuam rodando o país, o que fortalece as discussões que a obra suscita sobre o feminismo na atualidade, o modelo educacional do nosso país e o poder popular. Em Belo Horizonte, a sessão gratuita no Espaço do Conhecimento UFMG acontecerá neste domingo, dia 30 de abril, às 14h. E o debate que se segue à exibição terá a participação dos mediadores do Espaço.

SERVIÇO
Sessão-debate de “Lute Como Uma Menina”
30 de abril de 2017 às 14 horas
Espaço do Conhecimento UFMG: Praça da Liberdade, 700, Funcionários, Belo Horizonte – MG
Entrada gratuita.
Mais informações aqui.

— Confira também: nosso podcast “Cinema e Resistência” gravado nas ocupações da FALE (Faculdade de Letras) da UFMG, em novembro de 2016, e hiperlinks relacionados no post do episódio.

%d blogueiros gostam disto: