“Faya Dayi” (2021), de Jessica Beshir - Foto: Divulgação

4ª edição do Cabíria Festival acontece em formato híbrido

De 27 de julho a 3 de agosto, acontece o 4º Cabíria Festival Audiovisual, evento dedicado à representatividade feminina e à diversidade nas telas. A programação poderá ser acompanhada em uma edição híbrida: haverá sessões presenciais em São Paulo (até 30 de julho) e exibições online para todo o Brasil por meio da plataforma Cardume e de redes sociais. 

A edição deste ano do Cabíria Festival traz 23 filmes, incluindo longas, curtas e microfilmes. Entre os destaques, está a pré-estreia nacional de “Faya Dayi”, da diretora mexicana-etíope Jessica Beshir. Aclamado em Sundance e nos mais de 20 festivais internacionais em que foi exibido, o filme é uma mistura hipnótica de documentário e drama que tece um tapete de lembranças e histórias assombrosas da paisagem sociopolítica da Etiópia.

O Cabíria vai exibir também o filme homenageado “Feminino Plural”, de Vera de Figueiredo. Lançado em 1976, é considerado um dos primeiros filmes feministas do cinema brasileiro. Foi realizado no contexto da ditadura militar brasileira e questiona temas ainda atuais como os papéis das mulheres na sociedade e a liberdade feminina.



A programação inclui ainda a Mostra Foco Alemanha e uma sessão especial do filme francês “Pequena Mamãe”, obra mais recente da diretora Céline Sciamma, de “Retrato de uma Jovem em Chamas”. A exibição será seguida de uma entrevista exclusiva com a multipremiada cineasta.

As demais atividades paralelas trazem debates, workshop e a premiação 7º Cabíria Prêmio de Roteiro. Confira todos os detalhes e a programação completa no site oficial.

%d blogueiros gostam disto: