Uma leitura nerd de Tropa de Elite 2

Curiosamente, podemos estabelecer relações entre “Tropa de Elite” e outras franquias de blockbusters hollywoodianos. Relações frívolas, que não passam de curiosidades e coincidências, mas que existem.

1) Tanto José Padilha quanto Bráulio Mantovani (co-roteirista e co-produtor) já citaram “Star Wars”. Mantovani, em recente entrevista, em que diz: “Não é legal pra c… quando o Darth Vader se volta contra o Imperador para defender o filho Luke Skywalker? É disso que se trata.” Ele está se referindo à relação entre Nascimento e Fraga em “Tropa de Elite 2”. Já Padilha mencionou “Star Wars” em outra ocasião e em relação a outro filme, o documentário “Garapa”. Ao apresentá-lo no Festival de Berlim, o cineasta disse: “Somos capazes de nos transportar para batalhas espaciais pela identificação com Luke Skywalker. Aqui, eu usei os recursos do cinema direto para fazer com que os espectadores experimentem os efeitos da fome em famílias que ficam dias sem comer.”

3) Já que falei em “Star Wars”, não custa lembrar que chegaram ao mercado bonequinhos inspirados no BOPE. E com direito a uma réplica do Caveirão:



3) Ainda pegando o que Mantovani fala na entrevista para o Blog da AC, as implicações do combate de Nascimento contra o “sistema” também podem ser observadas em franquias de Hollywood. Em “Batman Begins” e “Batman – O Cavaleiro das Trevas”, os métodos do Homem-Morcego geram uma escalada da violência que cria um monstro maior do que o próprio super-herói. E ele se vê obrigado a renegar a farda (preta, por sinal).

Já em “Matrix”, a relação que pode ser feita com “Tropa de Elite” é ainda mais curiosa: a forma como a corrupção se embrenha no “sistema” é bem parecida com a dominação do Agente Smith sobre o sistema da Matrix. Os policiais corruptos começam lá de baixo, nas comunidades, fazem parcerias com o tráfico, depois formam as milícias, apoiam políticos, até, enfim, chegarem ao poder (representado por uma tomada áerea do Congresso Nacional, em Brasília). O Agente Smith utiliza quase a mesma estratégia: ele se liberta da força que o controla, passa a agir por contra própria e corrompe outros programas para chegar ao Oráculo, ameaçando, assim, toda a estrutura da Matrix.

4) Eleição, Conflitos Internos e Poderoso Chefão.

%d blogueiros gostam disto: