Filmes de Cannes no Brasil


Cena de “A Árvore da Vida”.

É comum que os principais filmes premiados no Festival de Cannes demorem para chegar ao Brasil. O vencedor da Palma de Ouro do ano passado, por exemplo, “Tio Boonme”, chegou a São Paulo apenas em janeiro e só agora está em cartaz no Cine Humberto Mauro, em Belo Horizonte, numa mostra especial.

Mas este ano as coisas parecem estar diferentes. O grande vencedor do Festival, “A Árvore da Vida”, está previsto para chegar aos cinemas brasileiros já no próximo dia 23 de junho. A distribuição é da Imagem Filmes. Estrelado por Brad Pitt e Sean Penn, e dirigido pela lenda do cinema americano Terrence Malick, o longa-metragem é descrito como um “drama épico sobre a perda da inocência”.



Outro filme que deu muito o que falar em Cannes é “Melancolia”, do cineasta dinamarquês Lars von Trier. Considerado pelo público do festival como “o mais bonito filme sobre o fim do mundo já feito”, “Melancolia” recebeu o prêmio de Melhor Atriz para Kirsten Dunst e chega ao Brasil em 5 de agosto, pela Califórnia Filmes.

Também já tem previsão para entrar em cartaz no país o vencedor do Grande Prêmio em Cannes, “O Garoto de Bicicleta” (Imovision), dos irmãos Jean-Pierre e Luc Dardenne, e o elogiadíssimo, mas não premiado pelo júri “La Piel que Habito” (Paris Filmes), de Pedro Almodóvar. Ambos chegam às telas brasileiras em 4 e 25 de novembro, respectivamente.

A seguir, a lista de filmes exibidos em Cannes (premiados e não premiados) já adquiridos por distribuidoras brasileiras:

– “A Árvore da Vida”, de Terrence Malick (Imagem Filmes, 23 de junho)
– “Beloved”, de Christophe Honoré (Imovision, sem previsão)
– “Declaration of War”, de Valerie Donzelli (Imovision, sem previsão)
– “Drive”, de Nicholas Winding Refn (Imagem Filmes, sem previsão)
– “O Garoto de Bicileta”, de Jean-Pierre e Luc Dardenne (Imovision, 5 de novembro)
– “Isto Não é um Filme”, de Jafar Panahi (Imovision, sem previsão)
– “Le Havre”, de Aki Kaurismaki (Imovision, sem previsão)
– “Meia-Noite em Paris”, de Woody Allen (Paris Filmes, 17 de junho)
– “Melancolia”, de Lars von Trier (Califórnia Filmes, 5 de agosto)
– “This Must Be The Place”, de Paolo Sorrentino (Imagem Filmes, sem previsão)
– “Trabalhar Cansa”, de Juliana Rojas e Marco Dutra (Polifilmes, sem previsão)

%d blogueiros gostam disto: