De volta a era da geladeira?

Ou: por que diabos não estamos vendo “Up – Altas Venturas” agora?

Recebemos por e-mail a confirmação da Fox de que “A Era do Gelo 3” será lançado no Brasil simultaneamente aos EUA e outros países no dia 1º de julho, tanto na versão tradicional quanto na versão 3-D.

É ótimo que o filme chegue por aqui com rapidez. Por outro lado, só temos a lamentar que a Disney tenha colocado “Up – Altas Aventuras” na geladeira até 4 de setembro. Também com versão 3-D programada para aportar no Brasil, a mais recente produção da Pixar faturou quase US$ 70 milhões em seu primeiro fim de semana nos EUA, onde estreou no último dia 29, e vem recebendo críticas majoritariamente positivas. Por que, então, a demora para a estreia em nossas salas?

A principal suspeita que levanto é que o problema seja justamente o 3-D. Afinal, por mais que o número de salas com capacidade para esse tipo de projeção tenha aumentado no país nos últimos meses, elas ainda são poucas. E com “A Era do Gelo 3” sendo lançado em 1º de julho, para aproveitar as férias escolares, que espaço sobra para “Up”?

A tática, claro, é esperar a poeira baixar, porque muita gente vai querer ver o esquilo Scrat encontrar um T-Rex em toda a glória tridimensional proporcionada pela nova tecnologia. Mas convenhamos: ainda falta um mês inteiro até lá. Por que, então, a Disney não aproveitou para fazer um lançamento simultâneo de “Up” no Brasil, ainda mais tendo a Pixar tanto prestígio?

O cinematório entrou em contato com a representação da Disney em São Paulo, mas a gerente de marketing, Renata Galeano, não tinha uma resposta imediata para essa questão. Ela nos disse apenas que o escritório brasileiro recebe da matriz americana o planejamento dos filmes do estúdio. Quando citamos o lançamento de “A Era do Gelo 3” nas salas 3-D, ela concordou que a temporada é concorrida, mas ficou de nos retornar com uma posição mais certa sobre o motivo do atraso de três meses na estreia de “Up”.

Por hora, o que podemos constatar pelo calendário é que a mesma Disney teve que lançar, no último dia 29, outra produção em nossas salas 3-D: sim, “Jonas Brothers – O Show”. E tendo em vista que a boy band do momento tem uma base de fãs forte por aqui, é de se esperar que o filme dos garotos loiros (Ops! Esses eram os Hanson!) ocupe as salas 3-D durante todo o mês. Mas ainda assim ficamos com um buraco entre julho e setembro. Por que “Up” não estreia em agosto?

Err… A mesma Disney também tem outro filme 3-D para ser lançado no “mês do desgosto”: a aventura infantil “Força G”, que traz uma equipe de agentes secretos tentando salvar o mundo. Esses agentes são… porquinhos da Índia. Imagine “Alvin e os Esquilos” encontra “Missão: Impossível”. Veja o trailer:

E é essa conjunção de fatores que impede o público brasileiro de ver “Up” agora. O novo 3-D é maravilhoso, claro. Mas será que ele vai nos levar de volta àquela época chata, de pouco menos de uma década atrás, quando somente três ou quatro lançamentos importantes chegavam simultaneamente ao Brasil por ano? Parece o caso, pelo menos até que as salas 3-D se multipliquem ao ponto de poderem dar espaço a mais de um filme por vez. A animação “Tá Chovendo Hamburguer”, da Sony, também vai ter que esperar um mês até poder estrear aqui, em outubro.

Pelo menos, já vemos que o 3-D deve surtir o efeito tão desejado pelos estúdios: barrar a pirataria com uma tecnologia que (ainda) não pode ser burlada. Porém, a outra questão que surge é se de fato o público amplo (que não inclui fãs e cinéfilos) vai se importar com isso, esperar o lançamento e evitar o DVD pirata com a versão 2-D de baixa qualidade, quando o preço do ingresso na sala 3-D é tão caro.

Confira, abaixo, o trailer de “Up” dublado em português. Obviamente, a voz utilizada ainda não é a de Chico Anysio, que vai interpretar o personagem na versão que será exibida no cinema.

[Up: Altas Aventuras] Trailer Dublado 02

%d blogueiros gostam disto: